GNV: ganância de dono de posto pode causar explosão!

É simples verificar se, ao abastecer com GNV, corre-se o risco de uma explosão: a pressão do manômetro não pode superar o limite estabelecido pela ANP

Por Boris Feldman 24/10/19 às 20h00

De todos os combustíveis para veículos, o único que não admite falsificação é o Gás Natural Veicular (GNV). Ao contrário da gasolina, etanol ou diesel, é impossível acrescentar qualquer outro líquido e aumentar desonestamente o lucro em sua comercialização. Porque a venda do GNV exige do posto um equipamento de elevado custo, o compressor. E este não admite maracutaias.

Entretanto, alguns clientes (taxistas em sua grande maioria) percebem que a quantidade de GNV injetado no cilindro pode variar entre diversos postos. E até preferem abastecer onde o volume injetado é maior, pois podem rodar mais quilômetros antes de parar novamente no posto para recarregar o cilindro. É aí que reside o perigo!

Não há nenhuma desonestidade do posto, que cobra do freguês exatamente o volume de metros cúbicos de GNV fornecido. Mas a quantidade maior ou menor de gás injetado durante o abastecimento é função da pressão com que trabalha o compressor. Que, por medida de segurança, é limitada pela ANP em 220 bar. E pode ser conferida pelo manômetro colocado no circuito do gás.

Manômetro da bomba de GNV
Manômetro da bomba de GNV

O que fazem alguns donos de postos irresponsáveis é aumentar essa pressão para faturar alguns reais a mais em cada abastecimento. A ANP, consultada, confirmou que já flagrou postos com a pressão do GNV aumentada para até próxima de 300 bar.O que explica algumas explosões durante o abastecimento.

Em alguns casos, ao invés do cilindro de GNV, o dono do carro tinha levado o botijão de gás de cozinha para o posto. Mas ele resiste a apenas 13 bar de pressão e por isso explode ao receber 200 bar no posto. Em outros casos, o cilindro de GNV não estava em condições de uso. Ou outra irregularidade no automóvel.

Mas diversas explosões não eram explicadas, pois só o dono do posto (ou do que restou dele…) sabia, mas não revelava o motivo. Até que a ANP descobriu a causa ao comprovar que a pressão do compressor vinha sendo manipulada por alguns postos.

Como verificar? Basta conferir no manômetro, ao abastecer com GNV, se a pressão está dentro do limite de segurança de 220 bar indicada pelo ponteiro.

Fotos Alexandre Carneiro | AutoPapo

Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (12 votos, média: 4,00 de 5)
loadingLoading...
Clique na estrela para avaliar.
52 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Milione 30 de outubro de 2019

    Bóris Feldman, fala muita besteira, metido a bam,bam,bam. Teórico mal informado, e uma pena, usar a Midea para ser tendencioso, o cilindro de GNV, e projetado e testado com o dobro da pressão nominal, o posto mais consegui chegar a tal pressão, se explodir não foi este o problema. Vai se informar!

  • Avatar
    Paulo Martins 27 de outubro de 2019

    Um equivoco na reportagem, o gnv é adulterado sim em diversos postos, injetam ar ao invés de gnv e ate mesmo óleo junto com o mesmo. A pressão muda muito de um posto para o outro e os relógios nunca marcam a mais do permitido, e o do carro sempre marca pra mais do que o da bomba, como saber qual esta certo?

  • Avatar
    Leandro rocha dos santos 27 de outubro de 2019

    Esses dias aqui em seera es fui abastece!!!o meu cilindro é de 14 mts e na bomba quase que entra 19 mts cubicos de gás!!!!tirei foto e reclamei o frentista disse q é normal por conta da pressão da bomba

  • Avatar
    Renato 26 de outubro de 2019

    realmente, fora o próprio ar, impossível adulterar, só que tem bomba começando a contar antes de entrar o gnv, só depois começa a entrar gnv. resultado cilindro de 16 chega a entrar até 22 como aconteceu comigo. não dá para alterar o combustível, já as bombas disparam o contador antes de começar a entrar gnv.

  • Avatar
    Jorge Machado 26 de outubro de 2019

    É muito estranho dizer que não se adúltera o GNV, pois é mais fácil do que adulterar o diesel .
    É só introduzir na línea de abastecimento o ar de um compressor e pronto! Você carrega a pressão de 220 psi , mas não é GNV puro. É GNV mesclado com ar atmosférico que é muito menos combustível e rende muito menos km.

    • Avatar
      Carlos 30 de outubro de 2019

      Exatamente. E ja aconteceu comigo. O carro ficou imprestavel no GNV e eu precisei abrir a valvula e jogar o “gas” todo fora. Isso acontece tambem quando o posto faz manutencao na linha de GNV e nao verte gnv para justamente tirar o oxigenio que entrou. Ai…

  • Avatar
    Atmando 26 de outubro de 2019

    Já acho errado esperar na fila colado no carro que está abastecendo deveria todos postos ter uma barreira na fila com limite de segurança isso o imetro esqueceu de regulamentar

  • Avatar
    Paulo roberro 26 de outubro de 2019

    Eu noto q em alguns postos a.quantidade
    do gnv abastecida acaba mais rapido q em outros dai eu achar q entra muito ar e menos gnv no cilindro.

  • Avatar
    Wilson 26 de outubro de 2019

    Alguem sabe me dizer em que lugar em teresina-pi que abasteça o cilindro de GNV?

  • Avatar
    Edson 26 de outubro de 2019

    GNV é mais fácil adulterar do que álcool ou gasolina só não vou falar os dois itens pra eu não ficar recebendo perguntas se engana pensando que só o álcool e a gasolina podem ser adulterados hoje o GNV é a gambiarra mais fácil adulterar ….

  • Avatar
    JAYME RIBEIRO 26 de outubro de 2019

    Amigo sou taxista a 20 anos no Rio de Janeiro, se isso que vc relatou fosse verídico, teríamos centenas de carros explodindo, pois são milhares de abastecimentos por dia, eu mesmo faço 2/3 abastecimentos por dia. Quando começou a funcionar o GNV não havia essa limitação em 220bar e não haviam explosões. O problema é a instalação de fundo de quintal.

  • Avatar
    Anderson 26 de outubro de 2019

    Parabéns pela matéria !!!

    Sempre achei que veiculos gnv com essa incidência de explosão era devido a instalação de kits xing-ling

  • Avatar
    Christiano 26 de outubro de 2019

    Eu já vi adulteração na bomba sim de GNV onde meu cilindro é de 16m³ e o posto conseguiu milagrosamente por 22,4m³ onde eu fui a delegacia registrar a fralde e adulteração do algoritmo da bomba e virei chacota dentro da delegacia….

  • Avatar
    Jean 26 de outubro de 2019

    Aqui no meu estado e muito difícil os posto ultrapassar os limites oque acontece é a distância da linha de abastecimento e alimentação ao motor isso faz caber mais gnv mais se o motorista respeita todas as recomendações de segurança em desligar tudo no veículo ñ corre risco pois existem uma válvula de segurança obrigatória onde o Inmetro e muito rigorosa em vistoria em caso do sistema ñ aguenta a pressão essa válvula rompe e o gnv vaza sem explodir.

  • Avatar
    Bruno 26 de outubro de 2019

    ha falcatrua sim a maioria dos postos gnv estao abastecendo ar comptimido junto ao gas varios posto em macae Rj e comprovado essa pratica meu carro para o moto engasga 4 vez com uma recarga de cilindro 15mt e percebo que ao abastecer nesse posto tenho uma perca de 11km em relacao a outro com a mesma quantidade de gas abastecido. cuidado onde voce abastece seu carro com gnv fraldulento e nao ha fiscalizacao o que ha em todo Brasil e a verdadeira mamadinha onde todo mundo ganha e a mafia corre solta.

  • Avatar
    Fabiano Campos 25 de outubro de 2019

    Aqui em João Pessoa Paraíba a maioria dos carros de aplicativo estão com o kit de GNV colocado clandestino sem passar por inspeção o pior é que estão trazendo de Recife cilindros já descartados e vencidos…tenho certeza que Jajá vai acontecer um grave acidente por aqui!!!!!
    Essa informação é de quem está fazendo está instalação.conhecido meu!!!

  • Avatar
    Élider 25 de outubro de 2019

    História pra boi dormir . E óbvio que há maracutaia sim .. nao na mistura do produto mas sim no abastecimento onde marca 14 metros porém so foi abastecido 10…

  • Avatar
    Leandro 25 de outubro de 2019

    Meu cilindro tem 10m^3
    Em alguns postos da cidade ele costuma render 100km e em outros ele rende 140km
    Detalhe que sempre uso totalmente o gás e depois sempre completo.
    E as bombas sempre marcam que encheram aproximadamente 9m^3 tanto no posto que rende 100km quanto no que rende 140km

  • Avatar
    Franklin Downs 25 de outubro de 2019

    Ingenuidade do colunista nao citar que os manômetros dos postos podem ser alterados.

    Ja abasteci em posto q o manômetro marcava 200 e entrou mais gnv q posto com mais pressao.

    Ja tentei reclamar mas é uma confusao , pois a anp diz q a responsabilidade é do inmetro . Fica um jogo de empurra

    Valia uma boa materia essa mafia de gnv

  • Avatar
    Cindia 25 de outubro de 2019

    Infelizmente existe os cilindros q não foram realmente requalificados! Vejo mtos cilindros pintados aqui no Rio, um absurdo! Cabe as inspeções do inmetro fiscalizarem sobre isso!!! Fiquei horrorizada de ver isso, eu nem quis trabalhar com instalação aqui no Rio por causa deste tipo de desserviço! Um absurdo! Pagam por uma tinta em cima de tinta!

    • Avatar
      Edimilson 26 de outubro de 2019

      Já trabalho com carro com GNV a 15 anos aqui no Rio de janeiro e nunca vi um motorista reclamar que teve seu cilindro reprovado e confiscado no reteste, estranho isso não acham?

    • Avatar
      Diogo 26 de outubro de 2019

      Pura verdade…..as inspeções do Inmetro já fazem essa fiscalização porém essas requalificadoras de cilindros fornecem as notas de requalificacao e também o selo do Inmetro.. então não se pode fazer nada…

  • Avatar
    Átila Martins de AlmeidaO 25 de outubro de 2019

    O GNV pode sim ser adulterado. Abrindo a sucção do compressor para a atmosfera o compressor comprime ar e não GNV. Assim pode-se ter uma mistura de GNV e ar na proporção que quisermos.

    • Avatar
      Fernando 25 de outubro de 2019

      É verdade, esta faltando fiscalização nas bombas de gnv

  • Avatar
    Geraldo 25 de outubro de 2019

    Os CRM dos postos são fiscalizados e dificilmente tem alterações. Até pq não tem como comprar 1000 metros cúbicos e vender 1500. O posto tem que pedir o cartão de inspeção do GNV para todos os abastecimento e não abastecer quem está vencido.

  • Avatar
    jose carlos miranda 25 de outubro de 2019

    boa tarde oque aconteceu no segmento de gnv foi que alguns empresarios inescrupulosos passaram a vender cilindros usados com a validade vencida, alguns sinistrados , entao eles remarcavam alterando a data de fabricacao e vendiam alguns como novos dai um dos motivos dos acidentes

  • Avatar
    jose carlos miranda 25 de outubro de 2019

    boa tarde oque aconteceu no segmento de gnv foi que alguns empresarios inescrupulosos passaram a vender cilindros usados com a validade vencida, alguns sinistrados , entao eles remarcavam alterando a data de fabricacao e vendiam alguns como novos dai um doa motivos dos acidentes

  • Avatar
    BRUNO COUTO Caetano 25 de outubro de 2019

    Concordo plenamente que eles aumentam a pressão do gás para alugar mais mais dizer que não tem como adulterar Claro que tem estão misturando gás com ar comprimido para gerar mais lucro para o posto resultado o carro não desenvolve direito e acaba com o gás muito mais rápido isto é uma prática muito comum aqui no Rio de Janeiro conheço muitos amigos gerente depois já me passaram Essa realidade e eu já comprovei em 4 anos dirigindo táxi abastecendo duas a três vezes ao dia mas sou um mero taxista ninguém leva em conta que eu digo mas já falei e obrigado.

  • Avatar
    Anônimo santos 25 de outubro de 2019

    Não admite falsificação mas aqui no RJ quasebtodos os postos de combustível no caso GNV adulteram as bombas, como, ele regulam o compressor para entrar mais oxigênio do que GNV assim o usuário paga 50 reais para completar um cilindro de 16m e não consegue rodar 100km com o cilindro, falo isso pq sou motorista de APP e vejo que isso ocorre com 90% dos postos, principalmente na baixada.

    • Avatar
      BRUNO 25 de outubro de 2019

      Concordo plenamente com que o colega disse estão botando muito ó ar comprimido estamos pagando por ar não por gás

      • Avatar
        Marcao 25 de outubro de 2019

        Posto shell da Amaro cavalcamti um colo do de 12 entra 16 como pode isso.alo fiscalização a merenda de lá deve ser Boa ne

      • Avatar
        LUIZ claudio pereira 28 de outubro de 2019

        Verdade já até me stressei já la

      • Avatar
        Gleisin 26 de outubro de 2019

        Verdade, estamos sendo enganados.

  • Avatar
    Orlando Lopes 25 de outubro de 2019

    Boris, na esmagadora maioria dos casos, quase totalidade, o problema é falta de manutenção e a requalificação dos cilindros, a maioria das tais empresas de requalificação, credenciadas pelo Inmetro, são verdadeiras oficina de fundo de quintal, na melhor hipótese pintam o cilindro e imprimem o tal certificado de regularidade do cilindro. Quando na verdade deveriam fazer um teste rigoroso a cada cinco anos, onde deveria ser o cilindro submetido a pressão de 300 bar e ter sua dilatação medida, caso fique fora do limite, este cilindro deveria ser inutilizado, porém isso nunca ocorre, na melhor hipótese o cilindro é devolvido ao dono, sem o certificado, Que na maioria dos casos vai dar seu jeitinho pra continuar usando o cilindro, afinal isso aqui ainda é Brasil.

  • Avatar
    Ulisses Edgard Barbosa 25 de outubro de 2019

    Sou usuário de GNV, e tenho observado que alegações dos frentista de GNV com “pressão boa” enche mais o cilindro e rende mais. Porém no entanto por diversas vezes que abasteci ocorreu o contrário. A impressão e que quanto mais metragem se coloca, menos o carro tem rendimento ( km/m3) e consequentemente a economia do GNV começa a ser colocado a prova nestes casos. Diversos conhecidos tem retirado o GNV e vendido por essas situações. A economia do álcool está compatível com a economia do GNV. Fato que se observa e que a referência de que 50 reais de GNV ( referência em MG, onde o GNV custa R$ 3,40 na maioria dos postos) rendia até 180 km, no entanto hoje não rende nem 150 km direito. Isto estamos falando de carros regulados, e com a manutenção em dia.

    • Avatar
      FELIPE 25 de outubro de 2019

      A economia gerada pelo GNV não é desempenho. É preço. Aqui no RJ está questionável por isso

    • Avatar
      Anônimo santos 25 de outubro de 2019

      Bomba adulterada, mais ar dobqie gás amigão estão fazendo isso aqui no RJ

      • Avatar
        Bruno 26 de outubro de 2019

        isso ai meu amigo falou tudo aki em macae a mafia rola solta posto em relacao a outro com a mesma metragem de gas rodo 11km a menos e o carro engasga umas 4 ves fraldes com as comprimido junto ao gnv cuidado onde tu abastece muita fraldes e nao tem fiscalizacao o que existe e propina e a mafia continua livrimente.

      • Avatar
        LEONARDO DOS SANTOS SILVA 26 de outubro de 2019

        Isso quando não entra óleo no cilindro de GNV
        Meu redutor de GNV estava cheio até a boca de óleo

    • Avatar
      Bruno 26 de outubro de 2019

      pressao boa e pressao ruim nao e o caso o que conta o quantos metro tem no seu cilindro e quanto vc vai rodar com ele em relacao a outro posto porque ha muitos postos falsificando o gnv com ar comprimido se seu carro engasga para da tranco no gnv sai fora desse posto e fraldes no gnv ai so observar abastecendo em outro posto de outra bandeira e veja quanto vc roda com o mesmo mentro abastecino no seu cilindro.a mafia esta solta e nao ha fiscalizacao porque nao existe todos mamam.

      • Avatar
        Borges 26 de outubro de 2019

        Amigo aqui em recife meu gnv 15 m estava com um Luz verde parei para abastecer e a bomba médio 15.5 metros acredito que estão roubando

  • Avatar
    Gutenberg Belo eSilva 25 de outubro de 2019

    O assunto requer muita atenção e fiscalização. Pois não é justo que terceiros sejam penalizados por irresponsabilidade do proprietário do veículo ou posto. Cabe aos órgãos competentes fiscalizarem com rigor tanto o posto como os veículos. Uma explosão dessa natureza não escolhe o proprietário do veículo ou posto, penaliza todos ao redor ou proximidade. Tenho GNV desde 2002, sempre fazendo vistoria no Senai e ao converter, procuro oficinas autorizadas. Quanto mais rigor na fiscalização, maior a segurança da sociedade.

    • Avatar
      Grazielle 25 de outubro de 2019

      Boa tarde Gutemberg. Meu pai faleceu herdei um carro com gnv estou meia perdida em como fazer vistoria, inspeção e regulagem. Será que pode me ajudar? Li no seu comentário que vc faz vistoria no Senai. Me da um ajuda ar a isso por favor. Obg

      • Avatar
        Helena 25 de outubro de 2019

        Boa tarde. Procure uma empresa autorizada para fazer o teste do Kit gás, principalmente o cilindro. Não é caro está na faixa de R$180,00 a 240,00. É um valor pequeno para sua segurança e de outros. Eles vão lhe dar o doc.vistoria anual.

      • Avatar
        Átila Martins de Almeida 25 de outubro de 2019

        Todo ano a vistoria do kit deve dar feita. Qualquer instaladora pode lhe indicar onde fazer. A cada 5 anos o cilindro deve passar pelo teste hidrostático. QQ instaladora pode informar onde fazer.

      • Avatar
        Celso 25 de outubro de 2019

        Boa noite é bem simples , existe um documento chamado CSV ele é dado na vistoria anual do GNV se o seu estiver vencido basta ir ao posto de vistoria de GNV mais próximo de sua residência ,lá você terá todas as informações pra regularizar . O custo fica em torno de 180,00 a 220 Reais . Você fará a vistoria em seu nome sem problema algum.

  • Avatar
    Eliezer Da Silva guerra 25 de outubro de 2019

    É se constatar que a pressão está acima 220 o quê fazer

    • Avatar
      Jose eraldo elias 25 de outubro de 2019

      Não pague chame a polícia e faça o BO se seu cilindro for 16 metros só pague os 16 e assim que funciona

      • Avatar
        Windson 26 de outubro de 2019

        José… acredito que neste caso seria o correto também o posto ser denunciado por operar o sistema acima da faixa de segurança determinada. Trabalho com manutenção siste.as pressurizados ha, e acredite… 220bar me causa medo. Tenham muito cuidado com isso.

    • Avatar
      Wlamir Junior 26 de outubro de 2019

      Fique de olho no manômetro do seu carro quando ele chegar em 220 e tiver ainda mandando gás, vc pede pra parar. Claro q se tiver 225 230 ele aguenta de boas. O problema e quando tá muito mais q isso

  • Avatar
    rômulo Santos Leite 25 de outubro de 2019

    Se não estou enganado a pressão recomendada foi mudada para 200.

  • Avatar
    Maurício de Ros 25 de outubro de 2019

    se ñ tivesse nenhum risco, ñ seria necessário todos saírem do carro e se afastar… isso se faz necessário pq o risco de pressão é iminente…

Avatar
Deixe um comentário