Ladrões atacam fábrica e levam 4 unidades do Dodge Charger nos EUA

Veículos estavam estocados em um pátio nos arredores da planta; outros veículos também podem ter sido levados durante a ação criminosa

Por AutoPapo30/07/18 às 15h49

Roubos de carros não constituem um problema apenas no Brasil: no último domingo (29), ladrões teriam furtado veículos novinhos em folha, entre os quais quatro modelos Dodge Charger, no entorno da fábrica Chrysler em Detroit, nos Estados Unidos. A notícia foi divulgada pela rede Fox de televisão e reproduzida pelo site Jalopnik.

Ladrões atacam fábrica e levam 4 unidades do Dodge Charger nos EUA

Segundo os órgãos de imprensa locais, o departamento de polícia do estado norte-americano de Michigan confirmou o roubo, mas não revelou quantos veículos foram levados pelos ladrões. O incidente aconteceu em um pátio de estocagem terceirizado, situado a aproximadamente 800 metros da fábrica da Chrysler localizada em Detroit.

De acordo com informações do site Jalopnik, a Fiat-Chrysler Automobiles (FCA) confirmou o roubo dos veículos e afirmou que está trabalhando em conjunto com as autoridades locais para desvendar a ação dos criminosos e identificá-los, além de, se possível, tentar reaver os bens.

Existe ainda a possibilidade, que não confirmada pelas autoridades até o momento, de pelo menos um automóvel de outro fabricante ainda não identificado, estacionados no mesmo depósito, também ter sido roubado. O caso está sob investigação.

Não é a primeira vez que a fábrica da Chrysler em Detroit é alvo de ladrões de carros: nos últimos meses, houve pelo menos duas ocorrências semelhantes. Em uma delas, em maio, foram roubadas picapes da marca Ram, e, na outra, em novembro, os gatunos levaram unidades do Grand Cherokee Trackhawk, versão esportiva do SUV da Jeep.

Foto Grupo Fiat-Chrysler Automobiles | Divulgação

1 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Edizaldo Claudino de Omena 30 de julho de 2018

    É mais lá pelo menos roubar carros novos e aqui levam até os velhinho

Deixe um comentário