10 luzes do carro: você sabe para que elas servem?

Algumas luzes têm uso obrigatório por lei em determinadas situações; outras não são compulsórias, mas auxiliam o motorista

Por AutoPapo29/09/18 às 16h55

As luzes do carro têm papel fundamental: podem servir tanto como sinalização quanto para otimizar a visibilidade do motorista. Ocorre que os veículos têm diferentes tipos de sistemas de iluminação, e cada um serve para situações específicas. Mas você conhece a finalidade delas? Sabe qual hora certa de utilizar cada equipamento? O Centro de Experimentação e Segurança Viária do Brasil (Cesvi/Mapfre) divulgou um boletim para esclarecer essas questões. Confira:

1. Luzes de posição 

Também conhecidas como faroletes, servem para sinalizar presença do veículo. Além disso, elas também indicam aos outros motoristas qual é o limite da largura da carroceria.

2. Farol baixo

10 luzes do carro: você sabe para que elas servem?

Deve sempre ser utilizado quando se trafega à noite. Serve para iluminar a via à frente do veículo, mas com um alcance e intensidade calculados para não provocar ofuscamento ou desconforto aos motoristas que vêm na direção contrária, tampouco aos que seguem à frente. Por força da lei, seu uso é obrigatório em túneis e em rodovias mesmo durante o dia.

3. Farol alto

Permite que o motorista enxergue grande distância à frente do veículo. Seu uso só é permitido em vias sem iluminação pública. Esse recurso também não pode ser utilizado ao cruzar com outro veículo ou segui-lo, justamente para não atrapalhar a visão do outro condutor.

4. Farol de neblina

10 luzes do carro: você sabe para que elas servem?
Bright headlights of a car driving on foggy winter road

Entre as luzes do carro, o farol de neblina não é obrigatório e, portanto, não equipa todos os modelos. Esse item geralmente está presente em automóveis mais sofisticados, ou é vendido como opcional. O objetivo dele é melhorar a visibilidade do motorista em casos de neblina, tempestade ou nuvem de poeira. Por isso, o a fonte de luz, via de regra, é posicionada em local mais baixo, no para-choque, e o facho tem foco aberto, com maior alcance para as laterais.

Alguns fabricantes os associam com a função conhecida como cornering: o farol de um lado ou de outro se acende de modo independente e automático quando o condutor esterça a direção para a direita ou a esquerda, em baixa velocidade, para aumentar a visibilidade.

5. Lanterna de neblina

Deve ser usada em condições de baixa visibilidade, assim como o farol de neblina. Trata-se de outro item não obrigatório, vendido como opcional em automóveis mais básicos ou de série nos mais sofisticados. Essa luz serve para deixar o veículo mais visível para os motoristas que seguem na retaguarda. Não deve ser usada quando as condições climáticas estiverem boas: por ser muito forte, causa ofuscamento nessas situações.

6. Farol de longo alcance (ou de milha)

Muita gente o confunde com o farol de neblina, mas são diferentes luzes do carro. Geralmente oferecido como acessório ou opcional, o farol de milha tem facho de luz concentrado e de alta intensidade. Tem função adicional à do facho alto, para iluminar longas distâncias em ambientes muito escuros. Seu uso é vedado em vias com iluminação pública ou quando há veículos circulando à frente ou no sentido contrário.

7. Luz de rodagem diurna (DLR)

10 luzes do carro: você sabe para que elas servem?

A sigla para a luz de rodagem diurna vem da sua denominação em inglês: Daytime Running Lights. Não é obrigatória e, como é a mais recente das luzes dos carros, por enquanto equipa apenas automóveis mais luxuosos. O acendimento é automático e ocorre assim que o motorista aciona a ignição. Normalmente, ela é de LED.

8. Luz de ré

É acionada automaticamente quando o motorista engata a marcha-a-ré. A legislação brasileira torna compulsória a presença de apenas uma luz de ré nos automóveis: alguns modelos seguem a determinação à risca, enquanto outros vêm com par de itens desse tipo. Todavia, se o carro tiver duas luzes de ré, ambas devem funcionar.

9. Luzes de direção (ou setas)

Devem ser acionadas sempre que o motorista fizer uma conversão ou mudar de faixa. São obrigatórias na dianteira e na traseira do veículo, mas alguns automóveis as trazem repetidores de seta também nas laterais. Esses itens adicionais são geralmente posicionados junto aos retrovisores externos ou nos paralamas dianteiros.

10. Pisca-alerta

10 luzes do carro: você sabe para que elas servem?

Aciona as luzes de direção de ambos os lados simultaneamente, para permitir a visualização imediata dos outros condutores em situações de emergência, como em caso de acidente ou de pane mecânica. A legislação brasileira proíbe o uso dessas luzes do carro em movimento; o pisca-alerta só pode ser acionado se o veículo estiver parado.

Fotos: Shutterstock | Reprodução

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário