7 carros vendidos no Brasil por 20 anos ou mais

Eles ignoraram a obsolência programada e se mantiveram no mercado por décadas graças à aceitação do consumidor

Por Alexandre Carneiro29/09/18 às 10h02

Atualmente, um carro costuma permanecer no marcado por cinco ou seis anos. Depois disso, ele é substituído por um descendente ou por um produto inédito. Mas nem sempre foi assim: há os que perduraram por muito mais tempo. Nessa linha, enumeramos 7 carros vendidos no Brasil por 20 anos ou mais.

A lista inclui apenas automóveis: utilitários como Volkswagen Kombi, Toyota Bandeirante ou a linha C14 da Chevrolet disputam outra faixa de mercado. Também não consideramos modelos que mantiveram o mesmo nome, mas foram reprojetados a partir do zero a cada nova geração: levamos em conta apenas produtos que permaneceram fiéis ao mesmo projeto do início ao fim. Confira:

1. Volkswagen Fusca – 30 anos

7 carros vendidos no Brasil por mais de 20 anos: Volkswagen Fusca
Foto Volkswagen | Divulgação

O Fusca foi produzido no país durante nada menos que 30 anos: as primeiras unidades legitimamente brasileiras, com índice de nacionalização superior a 50%, saíram da fábrica de São Bernardo do Campo em 1959. A produção seguiu ininterrupta até 1986, quando o simpático carrinho saiu de linha. Mas a história não acaba aí, pois, graças a um pedido do então presidente Itamar Franco, a produção foi retomada em 1993 até ser definitivamente descontinuada, em 1996.

2. Fiat Uno – 29 anos

7 carros vendidos no Brasil por mais de 20 anos: Fiat Uno

Quando foi lançado, em 1984, o Uno se destacou pelo bom aproveitamento do espaço interno e pelo design incomum para a época. Mas o sucesso comercial veio mesmo em 1990, quando o hatch estreou o segmento de populares com motor 1.0. A motorização se tornou tão dominante que fez a Fiat até mudar o nome do modelo, que passou a chamá-lo simplesmente de Mille. A produção encerrou-se em 2013, por uma questão legal: a partir de janeiro de 2014, todos os carros vendidos no Brasil seriam obrigados a ter airbags frontais e freios ABS, impossíveis de se adaptar ao projeto.

3. Chevrolet Opala – 24 anos

7 carros vendidos no Brasil por mais de 20 anos: Chevrolet Opala
Foto Chevrolet | Divulgação

Um dos automóveis nacionais mais queridos foi também um dos mais longevos: foram 24 anos de carreira. Lançado em 1968, foi o primeiro carro de passeio fabricado pela Chevrolet no Brasil. Ao longo da trajetória, passou por inúmeras reestilizações e modernizações, que todavia sempre foram feitas sobre a carroceria original. O Opala se despediu em 1992, já bastante ultrapassado, mas ainda posicionado como modelo luxo entre os carros vendidos no Brasil.

4. Volkswagen Santana – 22 anos

7 carros vendidos no Brasil por mais de 20 anos: Volkswagen Santana

O primeiro carro nacional de luxo da Volkswagen nasceu em 1984. Era o Santana, que acabou permanecendo no mercado por 22 anos e só saiu de linha em 2006. O sedã passou por uma grande modernização em 1991, mas o projeto não foi feito a partir do zero: além da plataforma e da mecânica, o modelo mantinha toda a estrutura da carroceria e até as portas do modelo anterior, além da mecânica. Do início de carreira como automóvel de luxo, acabou se tornando um sedã de preço acessível no fim da trajetória, tendo como clientes mais fiéis os taxistas de várias cidades do país.

5. Fiat Palio – 21 anos

7 carros vendidos no Brasil por mais de 20 anos: Fiat Palio
Foto Fiat | Divulgação

Pode-se dizer que o Palio seguiu os passos de seu pai, o Uno. Lançado com diferentes opções de motorização e acabamento, em 1996, terminou a vida como modelo de entrada da Fiat. Assim como o antecessor, também foi muito bem-sucedido comercialmente: sempre teve aceitação consideravelmente maior que a nova geração do modelo, que veio em 2011. A produção foi encerrada em 2017; em 2018, o sucessor também era descontinuado. Vale lembrar que dois de seus derivados ainda estão entre os carros vendidos no Brasil zero-quilômetro: a Weekend, cujo projeto data de 1997, e a Strada, que chegou em 1998.

6. Chevrolet Corsa Sedan – 21 anos

7 carros vendidos no Brasil por mais de 20 anos: Chevrolet Corsa Sedan
(Chevrolet/Divulgação)

Ele nasceu como uma derivação do Corsa hatch de 1994, mas teve uma carreira bem mais longa que o modelo que lhe deu origem: lançado em 1995, só saiu de 2016. Àquela altura, já havia sido reestilizado e até mudado seu nome para Classic, mas era, na essência, o mesmo. A aceitação foi tamanha que ele sobreviveu ao seu sucessor, o Corsa Sedan de segunda geração, cuja produção foi de 2002 até 2012.

7. Chevrolet Chevette – 20 anos

7 carros vendidos no Brasil por mais de 20 anos: Chevrolet Chevette
Foto Chevrolet | Divulgação

Outro carro da Chevrolet que teve vida longa foi o Chevette. Entre o lançamento, em 1973, e a saída do mercado, em 1993, passaram-se 20 anos. Nos anos 80, o modelo chegou a ter uma família completa em produção, com configurações hatch, perua (Marajó) e picape (Chevy). O mais popular, porém, sempre foi o sedã de suas portas, ao contrário do de quatro, que é o derivado mais raro. Chegou a ser o líder de mercado entre os carros vendidos do Brasil, mas por apenas um ano, em 1983.

2 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Dennys 4 de outubro de 2018

    O fusca é um carro muito bom. O uno também. O palio tem uma carroceria boa e resistente.

  • Antônio Carlos 29 de setembro de 2018

    Dois carros da Chevrolet que tive e sinto saudades : Um Opala 87 é um Omega 97.

Deixe um comentário