Model A: produção do pioneiro da Mitsubishi completa 100 anos

O Model A vinha com acabamento inspirado em carruagens da época e com o acabamento em madeira de cipreste e lã especial inglesa

Por AutoPapo 25/08/17 às 13h27

A produção do primeiro veículo da Mitsubishi completa 100 anos. Em agosto de 1917, no estaleiro de Kobe, a Mitsubishi Shipbuilding Co, começava a fabricar o Model A, voltado para o transporte de passageiros e feito inteiramente no Japão.

Mitsubishi Model A

O motor de quatro cilindros foi construído em ferro fundido e rendia 35 cv. A velocidade máxima alcançada: 30 km/h.

Quem vê com os olhos de hoje pode achar que o modelo era uma carroça. Maldade pura. O interior era super caprichado e foi elaborado por profissionais experientes na construção de carruagens. Detalhe: o acabamento tinha madeira de cipreste branco.

A estrutura do Mitsubishi era formada ainda por painéis de aço envernizado montados em molduras de madeira. No interior, materiais luxuosos para a época, como lã especial de fabricação inglesa.

Mitsubishi Model A

O Model A – favor não confundir com homônimo da Ford, lançado 10 anos depois – era equipado com faróis com lâmpadas a gás e usava uma buzina de acionamento manual movida a ar.

Foram fabricadas apenas 22 unidades, pois o modelo não conseguia concorrer com os preços dos norte-americanos, que iniciavam a produção em escala industrial.

Tradição 4×4 da Mitsubishi

A grande marca da montadora japonesa só surgiria 20 anos depois.O PX-33, que começou a ser fabricado em 1937, foi o primeiro automóvel de passeio no Japão com tração nas quatro rodas. À época, esse tipo de tração era usado em veículos pesados e de carga.

Model A

O PX-33 tinha quatro portas da marca e foi usado para transportar membros do governo japonês em zonas de guerra e de difícil acesso. A montadora considera o 4×4 o embrião do Pajero Full.

0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário