Dirigimos a Kombi do futuro

O Boris dirigiu o conceito da VW I.D Buzz, que servirá de base para a Kombi do futuro, durante o Concurso de Elegância de Pebble Beach, na Califórnia

Por Boris Feldman23/08/17 às 12h36

É impossível não conhecer a Kombi, modelo que reinou como uma commodity por décadas no mercado brasileiro. De sacolão ambulante ao transporte de passageiros, foi devidamente questionada pela falta de segurança e conforto precário até se tornar inadmissível para as regras de segurança atuais. Por isso, deixou o mercado.

Pois esqueça o passado. Apegue-se apenas ao carisma, charme e simpatia do modelo. A Volkswagen confirmou durante o Concurso de Elegância de Pebble Beach, na Califórnia, que o I.D BUZZ, um conceito moderninho que rodou o mundo em salões de automóveis, vai para a linha de montagem e receberá o nome bem careta de Microbus. Apesar de futurista e elétrico, o modelo é apontado como o sucessor da Kombi.

“Esse carro vai unir o passado e o futuro como o encontro de Pebble Beach com o Vale do Silício”, afirmou o chefão da VW, Herbert Diess. O executivo disse ainda que a nova Kombi será um importante pilar no projeto de carros elétricos da VW.

Nova Kombi prevista para 2022

A previsão é que o modelo chegue ao mercado em 2022, em uma versão compacta, de quatro portas. Os mercados potenciais são América do Norte, Europa e China.

A motivação para transformar o conceito em realidade, segundo Diess, foi o expressivo número de cartas e e-mails recebidos de consumidores após o I.D Buzz ser exibido nos salões de Detroit e Genebra.

Se comparado com a Kombi, o I.D BUZZ será um pouco maior. O comprimento é de 4,92 m ante 4,5 m da “Velha Senhora”, a largura da nova é de 1,97 m ante 1,72 m da antiga. Porém, será mais baixa: 1,96 m enquanto a antiga tem 2,0 m.

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário