Multas pelo uso de celular ao volante aumentam 167%

No primeiro semestre de 2018, 268 mil autuações foram emitidas pelo comportamento irregular; Abramet afirma que o comportamento mata 150 pessoas por dia

Por AutoPapo31/08/18 às 08h40

Não há motorista que não saiba que usar o telefone celular ao volante é uma infração. Ainda assim, com o avanço da tecnologia e o aumento da dependência dos smartphones, o número de multas pela conduta cresce. De acordo com dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), apenas entre janeiro e julho de 2018, 268 mil e 300 multas foram emitidas no Brasil por essa razão.

O número é 167% maior que o de autuações emitidas pelo uso de celular ao volante no primeiro semestre de 2018. O que isso significa? Ainda que a fiscalização esteja maior, o índice representa mais perigo para os condutores, passageiros e pedestres.

A Associação Brasileira de Medicina do Tráfego (Abramet) afirma que o uso de celular ao volante é a terceira maior causa de morte no trânsito no país. Ainda segundo a entidade, cerca de 150 óbitos por dia acontecem pela utilização indevida do aparelho na hora de dirigir.

No primeiro semestre de 2018, mais de 268 mil multas foram emitidas pelo uso de celular ao volante. Comportamento é a terceira causa morte no trânsito.

Em 2015, de acordo com o órgão norte-americano de segurança no trânsito, o National Highway Traffic Safety Administration (NHTSA), 3.477 pessoas morreram nos Estados Unidos devido à distração.

Uma pesquisa do Cesvi Brasil indica que, em média, o condutor fica quase três segundos sem olhar para a via quando checa o aparelho. Parece pouco, mas esse tempo é suficiente para causar acidentes graves, pois os motoristas não percebem a mudança repentina dos semáforos, freada brusca do carro à frente e não percebem que estão invadindo a faixa ao lado.

Celular ao volante significa multa gravíssima 

Desde 2016, o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) considera gravíssima a infração por uso de celular ao volante. Desde que a atualização no texto foi feita, pela Lei nº 13.281, o motorista está sujeito a receber 7 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e a pagar multa de R$ 293,47. Mas esse pode não ser o prejuízo total do comportamento; usar o celular no carro pode custar R$ 424 em multas.

1 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ronald 1 de setembro de 2018

    Tinham que aumentar o valor da multa. Aqui em Brasília as pessoas perderam a noção e o respeito ao próximo. Dirigem com a cebeça baixa olhando pro celular e andando abaixo da velocidade da via, atrapalhando a vida dos outros.

Deixe um comentário