Novo Corolla 2020: híbrido tem consumo surpreendente

Agência de proteção ambiental nos Estados Unidos revelou que naquele mercado, sedã médio tem consumo melhor que o do Prius

Por Felipe Boutros13/02/19 às 13h02

Não é mais novidade que o Toyota Corolla 2020 será híbrido e chegará ao mercado brasileiro ainda neste ano. Nos Estados Unidos, o modelo será lançado em abril e já teve o consumo revelado pela EPA (agência norte-americana de meio ambiente). Na cidade, o novo Corolla tem o consumo de 22,53 km/l. Na estrada, o consumo do sedã é de 22,1 km/l.

A Toyota apresentou o Corolla 2020. Sedã terá uma versão híbrida, uma esportiva e duas opções de motorização mais potentes que a da geração atual.
Novo Corolla 2020 que será vendido nos EUA

No Brasil, primeiro híbrido flex do mundo

É importante destacar que o consumo do Corolla 2020 serão diferentes no Brasil. A começar pela diferença da nossa gasolina em relação a vendida nos EUA: a principal, a adição de ate 27% de etanol no derivado do petróleo.

Outra diferença em relação ao novo Corolla dos EUA e o brasileiro é o próprio conjunto híbrido. O Corolla 2020 brasileiro será o primeiro híbrido flex produzido no mundo. A tecnologia já está sendo desenvolvida pela Toyota utilizado um Prius como base.

Visualmente, o novo Corolla brasileiro será diferente do que será vendido nos Estados Unidos, pois adotará o desenho do europeu.

Depois de apresentar a 12ª geração do sedã nos Estados Unidos e China, Toyota mostra o novo Corolla europeu. Modelo tem design diferente.
Novo Corolla europeu tem diferenças visuais em relação ao americano e será o padrão adotado no Brasil

Hoje, o Prius é equipado com um elétrico de 72 cv e torque 16,6 kgfm, e outro a gasolina 1.8 16V, com potência de 98 cv e torque 14,2 kgfm; juntos, entregam 123 cv. O câmbio é do tipo continuamente variável (CVT).

De acordo com a aferição do Inmetro, ele tem consumo de 18,9 km/l na cidade e 17 km/l na estrada. Carros híbridos tem melhor consumo na cidade, pois tem mais auxílio do motor elétrico do que na estradas.

O novo Corolla híbrido será construído sobre a plataforma TNGA e será maior que a atual. Ele terá 2,70 metros de distância entre-eixos, 4,64 m de comprimento, 1,78 metro de largura e 1,43 m de altura.

Desenvolvimento do híbrido flex do Corolla 2020

Desde março deste ano, a Toyota realizou diversos testes de rodagem com um protótipo híbrido flex no Brasil construído sobre a plataforma de um modelo Prius, atualmente o único representante híbrido da Toyota vendido no Brasil. A ideia, segundo a marca japonesa, foi colocar à prova a durabilidade do carro em diversos tipos de estradas para avaliar o conjunto motor-transmissão quando abastecido com etanol.

Estudos realizados pela Toyota do Brasil apontam que o híbrido flex possui um dos mais altos potenciais de compensação e reabsorção na emissão de CO² gerado desde o início do ciclo de uso do etanol extraído da cana-de-açúcar, passando pela disponibilidade nas bombas de abastecimento e sua queima no processo de combustão do carro. Quando abastecidos apenas com etanol (E100), os resultados se mostraram ainda mais promissores.

Prius foi utilizado como “mula” nos testes do conjunto híbrido flex

Fotos Toyota | Divulgação

Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (8 votos, média: 4,50 de 5)
Loading...
Clique na estrela para avaliar.
5 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    AGAMENON DE MELO 24 de fevereiro de 2019

    ESTE VEICULO PARECE SER NOTA DEZ QUE MÊS VAI SER O LACAMENTO !!!!

  • Avatar
    Roger Batista 28 de fevereiro de 2019

    e o melhor de todos

  • Avatar
    José Ricardo Almeida Paula 13 de março de 2019

    A briga dos carros híbridos no Brasil, está dando mostra de que vai esquentar o nosso mercado automobilístico! A toyota já está dando as cartas, mas na mesa, tem mais dois grandes da nosso industria que também prometem: Honda com o seu insight e a Hyundai que deve vir com o seu Ioniq…apesar dos preços, que não devem ficar abaixo dos R$ 120 mil, o briga promete se boa!

  • Avatar
    Eduardo L. Rosa 17 de março de 2019

    Sera´que o modelo wagon vira´para o Brasil? Se não vier é uma pena , seria uma otima alternativa para competir com os SUVs.

  • Avatar
    Edson 8 de abril de 2019

    Os carros elétricos já estão em circulação na Europa e Japão.Agora virão os carros voadores. Já há protótipos sendo testados nos Estados Unidos e Japão.

Avatar
Deixe um comentário