O que significam as cores das placas de trânsito?

A sinalização de trânsito tem como função orientar os motoristas e pedestres; saiba como as diferentes cores facilitam o processo de comunicação

Por Laurie Andrade31/08/18 às 13h50

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) regulamenta o trânsito de qualquer natureza nas vias terrestres do território nacional abertas à circulação. Para facilitar todo esse trabalho, o texto estabeleceu uma sinalização capaz de informar e orientar os transeuntes. A questão é que, com o tempo, acabamos nos esquecendo do significado das cores das placas de trânsito, a primeira fonte da comunicação visual.

Das sete cores das placas de trânsito, o vermelho e o amarelo são as tonalidades mais marcantes e, por consequência, as mais fáceis de identificar. Mas ainda são utilizados o verde, o azul, o marrom, o laranja e o cinza.

As placas vermelhas são de regulamentação, impositivas e exigem atenção redobrada dos motoristas. Elas indicam proibições, restrições, condições e obrigações no uso da via. Caso o condutor ignore suas mensagens, descumpre a lei e está sujeito às autuações cabíveis.

As cores das placas de trânsito são determinadas pelo Código de Trânsito Brasileiro. Elas podem indicar regulamentações, alertas e distâncias. Saiba mais.
Foto Shutterstock | Reprodução

As placas de trânsito amarelas, por sua vez, são chamadas de placas de alerta, pois avisam os motoristas e pedestres condições potencialmente perigosas que hão de vir pelo caminho.

Outra das cores das placas de trânsito é o laranja. No caso de observar sinalizações com essa tonalidade, o condutor pode esperar algum evento incomum na pista, como as obras.

As cores das placas de trânsito são determinadas pelo Código de Trânsito Brasileiro. Elas podem indicar regulamentações, alertas e distâncias. Saiba mais.
Foto Shutterstock | Reprodução

Saindo da cidade para pegar a estrada, é comum ver dois tipos de placas com indicações: as verdes e as marrons. Sabe qual a diferença entre elas? As marrons com ilustrações e letras em branco são placas turísticas. Já as verdes e branco mostram as saídas das vias, as direções possíveis e as distâncias até outra cidade.

Não são só as cores das placas de trânsito que se diferem. As chapas marrons, por exemplo, podem ser horizontais ou verticais. As verticais identificam os sentidos das vias para chegar ao local turístico. As horizontais se referem aos atrativos turísticos (como na foto abaixo).

As cores das placas de trânsito são determinadas pelo Código de Trânsito Brasileiro. Elas podem indicar regulamentações, alertas e distâncias. Saiba mais.
Foto Shutterstock | Reprodução

Dentre as cores das placas de trânsito, também há o azul. O pigmento indica serviços na estrada e posiciona o condutor ao longo dos deslocamentos.

Por fim, as cinzas claro são focadas em mensagens educativas, como “verifique os freios” ou “use freio motor”.

As cores das placas de trânsito são determinadas pelo Código de Trânsito Brasileiro. Elas podem indicar regulamentações, alertas e distâncias. Saiba mais.
Foto Shutterstock | Reprodução

1 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Carlos Minkap 1 de setembro de 2018

    Muito boa explicação.

Deixe um comentário