Simulador de autoescola: vale a pena ou é jogar dinheiro fora?

Diretor do Denatran, Jerry Dias, está pensando em acabar com o simulador nas autoescolas. Será que ele está com a razão?

Por Boris Feldman 17/03/19 às 15h45

O simulador de autoescola vez ou outra é alvo de críticas, principalmente no tocante ao bolso do consumidor. Mas, será que esse equipamento é útil ou inútil para o ensino?

[TRANSCRIÇÃO]

Motorista no Brasil não tem conhecimentos mínimos de trânsito e, mais, de civilidade. Os conhecimentos, a perícia ao dirigir, falta desde que ele era candidato à habilitação e foi aprovado com várias lacunas.

A civilidade no trânsito falta porque ele não foi educado desde criança para o trânsito. É uma outra falha, uma outra lacuna no nosso país. Então, quanto melhor a formação de um futuro condutor, tanto melhor para nós todos.

O novo diretor do Denatran, o Jerry Dias, disse recentemente que ele está pensando em acabar com o simulador para a formação de motoristas. O simulador de autoescola é um sistema eletrônico que simula as adversidades, aquelas condições complicadas para o motorista: dirigir na chuva,dirigir sob neblina, e vai por aí.

Será que ele tem razão ao dizer que isso encarece inutilmente a formação do motorista? Esses simuladores, na minha opinião, são importantes. Mas, com eles ou sem eles, vocês querem saber? Simulador é uma presença constante no Brasil porque: o professor da autoescola simula que ensina, e o aluno simula que aprende.

simulador de autoescola
Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (2 votos, média: 3,00 de 5)
Loading...
Clique na estrela para avaliar.
SOBRE
10 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    MARCOS VASCONCELOS 2 de maio de 2019

    BOM DIA

    SOU INSTRUTOR , E NAO VEJO DIFERECA EM TER OU NAO SIMULADOR PQ OQUE EU ACHO OQ VALE E A PRATICA NO VEICULO COM O INSTRUTOR . A CARGA HORARIA DEVERIA SER MAIOR .

  • Avatar
    cristiano m. barbosa 24 de abril de 2019

    Boris, já ministrou alguma aula prática de direção para dizer que o instrutor SIMULA que dá aula???? Como todo Charlatão metido a intelectual precisa de mídia para a parecer…. espero que tenha essa experiencia antes de julgar os profissionais da área…

  • Avatar
    [email protected] 5 de abril de 2019

    Lixo . Piada de mau. Gosto . Esse Boris deve ter ganho um quilo de alcatra com osso para defende esse lixo.

  • Avatar
    Jose Weber 19 de março de 2019

    Ótimo artigo Boris, estarei compartilhando em minha rede.

    Faça-nos também uma visita.

    Abraços.
    https://motorpress.com.br

  • Avatar
    SANDRA SANTOS 18 de março de 2019

    Para mim o simulador nao serviu de nada. Meu instrutor dizia pra eu fazer tudo que pedisse na tela e me largava sozinha. Quando eu não conseguua fazer alguma coisa tinha que chamar gritando por ele. Quando chegava e eu dizia o que tinha feito de errado, ele falava que não tinha problema, que o importante era completar as horas de aula.
    Conclusão foi R$ 400,00 literalmente jogado fora, uma roubalheira.
    É melhor transferir essas horas para aula prática.

  • Avatar
    Paulo 18 de março de 2019

    Devolvam nos as 25 aulas no automóvel tirem esse videogame por favor sr presidente olha aqui pra baixo por favor

  • Avatar
    Jéssica 18 de março de 2019

    Pra mim é dinheiro jogado fora,vc aprendi a li na prática,aqui aonde moro a carteira é um absurdo de cara porque tem o simulador que é 450 reais,e outra coisa demora mas no processo porque são 5 aulas no simulador e só 1 simulador em cada auto escola então enrola mas a pessoa,acho que tem que acabar logo

  • Avatar
    JULIANO 18 de março de 2019

    O simulador é uma ótima ferramenta de apoio a formação de condutores, pois depois do termino das aulas o aluno consegue ter o minimo de noção dos comandos do veículo e noção de direção.
    O problema é que os CFCs não se ministram aulas no simulador como deveria e como no carro, pois deixam o aluno sozinho no simulador e aí o aluno não aprenderá nada mesmo.
    Infelizmente faltou fiscalizaçao aos CFCs e acabaram queimando esta ferramenta que foi projetada para quem não sabe dirigir. Que é o correto.
    Dessa maneira o equipamento não é eficaz e custa cara para os CFCs que vendem só a digital e não ministram o curso como deve ser.
    As empresas de simuladores também cobram um valor alto nas horas aulas de simulador e a ganância faz com que o repasse dos valores chega muito alto para o aluno. Faltou bom senso.
    Acredito que o simulador não deve acabar e sim ficar facultativo. Assim usa quem acha necessário.
    Mas o que realmente falta para acabar com as mortes no trânsito é aumentar a fiscalização nas ruas no dia a dia e também nos CFCs que estão fazendo o que querem e não são punidos.

  • Avatar
    José A J Vital 18 de março de 2019

    Pilotos de avião treinam em simuladores até mesmo depois de formados, pilotos de competição ídem. Então, é claro que simuladores são úteis !
    O problema é a exploração que nos é impingida. Temos que pagar mais e mais sempre, e o povo está falido !

  • Avatar
    Hudson Souza 17 de março de 2019

    pura enganação , comedeira de dinheiro de aluno , motorista se forma ao volante de um altomovel de verdade .

Avatar
Deixe um comentário