VW Virtus, o sedã do Polo, é apresentado no Brasil

Novo três volumes da Volkswagen chega ao mercado em janeiro e terá duas opções de motores: 1.6 de aspiração natural e 1.0 turbo

Por AutoPapo16/11/17 às 14h21

Inegável que vivemos uma avalanche de SUVs, a sigla em inglês para veículos utilitários esportivos. Parece até que tem mais SUV do que carro no mercado (contém ironia). Por isso, é com satisfação que vemos chegar uma nova leva de sedãs às revendas brasileiras. O da vez é o VW Virtus, sedã do recém-lançado e bem considerado Polo.

O VW Virtus foi apresentado no final da manhã de hoje, em São Paulo. Baseado na plataforma modular da VW, a MQB, o sedã tem entre-eixos 8,6 cm maior do que o hatch.

VW Virtus
Virtus, o novo sedã da VW, será lançado oficialmente no dia 22 de janeiro

O sedã da VW começa a ser vendido em janeiro, mas ainda não teve o preço revelado. Disputará mercado com o Fiat Cronos (derivação do Argo e previsto para chegar ao mercado em fevereiro) e também com o vindouro Toyota Vios (sedã do Yaris), além dos já presentes Chevrolet Cobalt, Toyota Etios sedã, Honda City e Nissan Versa.

O entre-eixos do VW Virtus é o mesmo do Jetta (2,65 m), o que denota o bom espaço interno do modelo. A largura é a mesma do Polo (1,75 m), porém é 44,5 cm mais comprido que o hatch. Outro atributo que vale destaque é a capacidade do porta-malas do novo sedã da VW: 521 litros. Porém, tem aquele tgancho, chamado de pescoço de ganso, que rouba espaço, mas a VW encontrou uma maneira dele, pelo menos, não danificar as malas.

O design da traseira é a identidade do modelo, pois a dianteira é bem semelhante ao Polo. A placa fica na tampa do porta-malas. As lanternas chegam nas laterais e ornam com os vincos que saem dos para-lamas. O estilo faz lembrar o Passat CC, um dos mais belos carros de todos os tempos.

VW Virtus

Motor do VW Virtus

A VW confirmou duas motorizações para o sedã, descartando o 1.0 aspirado que equipa o Polo. Serão duas opções: 1.6 MSI (117 cv e 16,5 kgfm) e 1.0 TSI (128 cv e 20,4 kgfm). A segunda opção, chamada pela Volkswagen de 200 TSI, será equipada com o câmbio automático Tiptronic de seis marchas.

O VW Virtus virá equipado, de série, com quatro airbags. Porém, o controle eletrônico de estabilidade será item de série apenas na versão equipada com o motor 1.0 TSI.

Uma aposta da VW para o modelo é a tecnologia IBM Watson, um aplicativo que conversa com o motorista e conta tudo que acontece a sua volta.

O app terá campos para digitação e o microfone para que o usuário faça sua pergunta oralmente – a linguagem poderá ser natural, como em uma conversa informal.

VW Virtus

1 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Fábio Peres 16 de novembro de 2017

    Belíssimo!

Deixe um comentário