Alterar o tamanho das rodas compensa? Beleza tem preço alto

Um dos símbolos da preocupação com a estética automotiva é o tamanho das rodas: para certas pessoas, quanto maior o diâmetro, mais "charmoso" é o carro

Por Boris Feldman30/09/19 às 06h15

Como o carro, para muitos, não é um simples meio de transporte, mas uma verdadeira paixão, existem motoristas preocupadíssimos com a estética automotiva. E que investem para personalizá-lo, para dotá-lo de equipamentos sofisticados.

E um dos símbolos dessa preocupação com a estética automotiva é o tamanho das rodas: quanto maior seu diâmetro, mais “charmoso” fica o carro. Entretanto, aí vem o outro lado da história: quanto maior a roda, mais baixinho, menor o perfil do pneu, para que o diâmetro total não seja alterado.

E o problema com esses pneus de perfil muito baixo é, primeiro, o conforto dos passageiros, pois eles transmitem todas as irregularidades do asfalto. Mas o pior é que o dono do carro tem que preparar o saldo bancário, pois quanto mais baixinho o pneu, maior a possibilidade dele se romper, rasgar em alguma das nossas crateras asfálticas.

pneu roda aro shutterstock 595557410 estética automotiva
Avalie o conteúdo:
Clique na estrela para avaliar.
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário