Etanol: mais vantagens do que desvantagens

Dizem que o etanol é uma espécie de viagra para os carros flex. Afinal, ele colabora para um aumento no desempenho do motor. Mas, há outras vantagens também

Por BORIS FELDMAN31/08/18 às 06h30

O etanol é considerado por alguns como uma das melhores opções para os motores flex. E, na hora de abastecer, vale a pena pesar as vantagens que o combustível derivado da cana tem sobre a gasolina.

[TRANSCRIÇÃO]

Ouvinte do AutoPapo faz uma pergunta curiosa, ele tem um automóvel flex e diz que às vezes abastece com gasolina, às vezes com o derivado da cana-de-açúcar, dependendo do preço. E diz também ter uma sensação de que o carro anda melhor quando ele abastece com álcool. Ele pergunta: é isso mesmo,  o etanol seria o viagra do motor flex? E, além disso, o etanol tem outras vantagens em relação a gasolina?

E a resposta é positiva, sim o etanol é o viagra do motor flex, pois com ele aumenta a  cavalaria sob o capô. Em compensação o etanol tem um consumo bem maior, cerca de 30%  a mais que a gasolina e faz o carro perder autonomia. Essa é a desvantagem do etanol, te faz parar mais vezes no posto para abastecer.

Mas, o etanol pode ter uma outra vantagem: se o preço dele for de até 70% do valor da gasolina, fica mais em conta rodar com ele. E esse percentual pode ser ainda maior,  já que nas últimas semanas estudos mostraram que ele pode chegar a até 75%, de acordo com o motor. Uma outra vantagem do etanol é que ele é mais limpo que a gasolina, pois ele contém muito menos carbono e, portanto, ele deixa o motor mais limpo e reduz a formação de depósitos carboníferos. E, finalmente, ele é também mais limpo em termos ecológicos, pois suas emissões de Co2 são inferiores às da gasolina.

Etanol

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman

28 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • PAULO RENATO 8 de setembro de 2018

    BORIS, SUAS INFORMAÇÕES SÃO INDISPENSÁVEIS. ABRAÇO.

  • Eduardo 5 de setembro de 2018

    Tenho um spazio 86, o carrão sempre foi álcool, sempre andou bem mas bebi feito um opala 6 cilindros mas anda como tartaruga turbinada.

  • Alexandre 5 de setembro de 2018

    Saudações a todos!
    Tudo muito relativo nesse infindável assunto.
    Etanol é mais limpo que a gasolina NO CARRO e
    não nas usinas sucroalcooleiras: perguntem a quem mora em cidades em que a palha da cana é queimada para o processo.
    A gasolina limpa o resíduo do etanol – que tem água na composição. O etanol limpa o resíduo da combustão da gasolina, que tem hidrocarbonetos…
    Economia é relativa também no que se refere
    ao motor, cada qual tem um desempenho: depende da Marca, do condutor, da origem e armazenamento do combustível, da idade do carro e da manutenção que o motorista faz – ou não… e mais: nossa gasolina E27 é a mais misturada da Terra… 27% é índice oficial e absurdo – normal na Europa, USA, A. Latina é E10, no máximo E15. Fora as adulterações, né não?!… a Petrobras eleva octanagem adicionando etanol à gasolina, já que no etanol atinge algo próximo a 110 IAD. E também prá atender o pessoal das usinas, agronegócio… aqueke lobby todo, Vcs sabem…
    E por aí vai.
    Roda pouco?! Gasolina!!! Roda muito?! Etanol!
    Acho que esse é o melhor critério.

    • Joao 5 de setembro de 2018

      Concordo com vc, e tbm essa historioa de 30% mais barato que a gasolina ao meu ver cai por terra quando se leva em conta os 27% e o valo qie vc paga no alcool nesses 27%, assim a alguns anos que so ando no alcool, carro ve gasolina e assusta

    • José 6 de setembro de 2018

      Não tenho certeza, mas a queima da palha da cana já foi proibida a alguns anos. E o método de colheita mecanizada também contribui para não precisar fazer a queima.

      • Alexandre 7 de setembro de 2018

        Existe isso, sim, Vinicius. Mecanização tirou essa necessidade mas, que se bota fogo pacas em cana ainda… a Lei, aqui, sem precede o parêntesis “ORA A LEI”… no Brasil não tem combustível puro. No Etanol, água; na Gasolina, Etanol, querosene, aguarrás e tudo o que o carro aguentar…

    • neilton 6 de setembro de 2018

      e tem mais…como tem 27% de etanol na gasolina, quando compra gasolina estamos levando gato por lebre

  • Vinicius 1 de setembro de 2018

    Pessoal, para tirar essa dúvida fiz o teste: andei uma semana com gasolina (trajeto urbano e estrada) cerca de 300 km. Fiz em média 12,5 km/l na gasolina.
    Outra semana, esperei entrar na reserva e enchi o tanque com álcool. Fiz o mesmo percurso a semana toda e deu em média 10 km/l no álcool.
    Resumo: se o preço do álcool em relação a gasolina for até 0,8 vale a pena o álcool. Tão simples quanto isso.
    Façam a média no carro de vcs e achem o coeficiente que vale a pena . Esqueçam esses 0,7 que tanto falam por aí….

  • Fabio Trannin 31 de agosto de 2018

    Já fez diversas pesquisas para me aproximar mais da mecânica e compreender melhor o desenvolvimento, custo, etc…
    Sou proprietário de um Polo Sedan, GNV/A/G. Identifiquei o ganho no etanol, mas também pude conhecer que usar somente gasolina *mesma sendo aditivada, não ajuda o motor flex, como há variações de queima de combustível, o gasolina tende a acumular resíduos, assim como o álcool. Então para evitar e também aumentar a vida útil e limpeza identifiquei, o recomendando e sempre fazer o rodizio do combustível A/G.
    Iniciei esse processo esse mês, espero que as pesquisas e conhecimento adquirido, junto à tantos outros, ajude-me a prolongar a vida útil do carro. Já estou com 200.000 rodados e motor show, limpo, melhor que muitos de 50.000 rodados.

    • Anizio 31 de agosto de 2018

      Motor biocombustível é um recurso pata queimar os dois combustíveis! Ao construir um motor para um único combustível sua potência, consumo etc fica melhor!
      Agora se o preço do etanol abaixar, e o governo assumir e desenvolver , e viabilizar o uso do mesmo, ai existira vantagens!
      Caso contrario fica no valor por km rodado! E a média de cada carro, e lembrando na gasolina tem 27% de etanol, e um resto*.

  • Carlos 31 de agosto de 2018

    Se no tivesemos alcool os nosos carros estarian fasendo casi 30 kl litro.

  • Ricardo thamasia 31 de agosto de 2018

    Meu civic 2010 so anda na gasolina porque ja bebe bastante no alcool amda mais só que bebe horrores

  • FÁBIO WERMANN 31 de agosto de 2018

    EM TERMOS DO COMBUSTÍVEL MAIS LIMPO PORQUE O ETANOL NÃO FICA MAIS EM CONTA E BARATIADO PELO GOVERNO PENSANDO NO NOSSO AR PURO.ETC…

  • Andre silva 31 de agosto de 2018

    Evito Etanol; no meu veiculo a unica (pseudovantagem) sim pseudo; foi o valor $2.45 contra $4.79 ( BH e regiao) no mais nao alteta em nada praticamente (no meu veic) e ainda tem os defeitos vindos dps (no meu caso ta gente; no meu caso)

    • José pinto 31 de agosto de 2018

      Tenho Nissan sentra sl 2.0 só estou abastecendo com etanol, pelo preço, por Ser um combustível limpo e ecologicamente correto conduto entre 7 a 8 na cidade e 10 a 11 na estreada isto com dirigibilidade moderado, na estrada no máximo 110 km/h

  • Marcelo 31 de agosto de 2018

    Limpeza de bico não existe! O que acontece é a necessidade às vezes de se equalizar os bicos , somente! No etanol o carro tem mais força mas o consumo sempre vai ser alto quer economizar? Troque a cada 5 mil km filtro de ar, de motor, e óleo de motor! Seu carro vai trabalhar perfeito sempre!

    • Adalberto Almeida dos Santos 31 de agosto de 2018

      Não existe limpeza de bicos ? De onde tirastes essa idéia ?

    • Breno 31 de agosto de 2018

      Como é que equaliza bico, sem limpar ? Kkk

  • Gian 31 de agosto de 2018

    Tenho um celta que só anda no alcool. Faz média de 11 km e tenho encontrado etanol a 2,39. Tá achando bom..

  • Agnaldo 31 de agosto de 2018

    A gasolina deixa a partida melhor e o motor gira mais redondinho a vantagem do álcool hoje é só o preço

    • ELIEL MARQUES MOREIRA 31 de agosto de 2018

      Também acho

  • Ferrari 31 de agosto de 2018

    Nada disso
    Ele é mais detergente que a gasolina não sua bicos e não contamina o óleo
    Aliás limpeza de bicos na maioria das vezes não é necessária…
    Jogada das oficinas
    Tenho 3 carros que só usam álcool desde sempre, 2014,2015 e 2017

  • Ion Muscalu 31 de agosto de 2018

    Tenho um Siena 20007 flex. Uso apenas etanol desde sempre, pois como fazemos com frequência o trajeto pela rodovia dos Tamoios , dá pra sentir a diferença de potencia ao subir a serra. Nunca tive problema. A manutenção acho até menor que com gasolina.

  • Antônio 31 de agosto de 2018

    O CO2 emitido pelo uso de etanol será reabsorvido pela plantação de cana. Então o custo para o meio ambiente é quase zero

    • Andre 31 de agosto de 2018

      CREDO, que comentário mais estúpido e burro…. Onde você estudou? Em Marte? Quero dizer, você não estudou…..

  • Joao 31 de agosto de 2018

    Fausto…
    Se baseia em que para afirmar isso?

  • Fausto 31 de agosto de 2018

    não esqueça de dizer q tem q levar em conta a visita mais frequente nas oficinas para a limpeza de bico qdo se usa só álcool, mais barato, melhor desempenho pude ser mas eu só gasolina aditiva e ponto final.

    • Paulo 1 de setembro de 2018

      Esse esquema de gasolina aditivada pra limpar e lero lero puro,tenho um up tsi 2015, só entrou gasolina aditivada fora os aditivos de boa qualidade e mesmo com 30 mil km tive que trocar os bico porque 2 deles travaram fechados por sujeira, e o posto que abasteco e mesmo que eu trabalho

Deixe um comentário