Câmara pode tornar extintor de incêndio novamente obrigatório

Projeto de Lei para voltar com o famigerado extintor de incêndio que, em boa hora, o Contran eliminou dos nossos carros

Por Boris Feldman25/09/19 às 06h15

É inacreditável e amoral o Projeto de Lei para voltar com o famigerado extintor de incêndio que, em boa hora, o Contran eliminou dos nossos carros.

Pois, desde que o carburador foi substituído pela injeção eletrônica, acabou a a sua obrigatoriedade em todo o primeiro mundo. Além disso, o extintor de incêndio pouco funciona, pois ninguém sabe como manejá-lo. E quando sabe, não tem capacidade de apagar o incêndio no automóvel.

Pois não é que os fabricantes de extintores, saudosos da época em que extorquiam bilhões dos motoristas, conseguiram que o deputado Moses Rodrigues, do Ceará, apresentasse na Câmara, agora em setembro, esse indecoroso Projeto de Lei. E que, se o brasileiro não ficar de olho, corre o risco de ser aprovado, pois são poucos os parlamentares que não se curvam diante dos poderosos lobbies.

Extintor de incêndio
Fire extinguisher in the vehicle.
Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (1 votos, média: 5,00 de 5)
loadingLoading...
Clique na estrela para avaliar.
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
4 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Raphael Ribeiro Lopes 28 de setembro de 2019

    O Extintor pode ajudar e muito. Se no princípio do incêndio e bem manuseado é muito eficiente. Passou disso, só mesmo o Corpo de Bombeiros. Cabe ao comprador(a), proprietario do veiculo, ao adquirir um produto, solicitar instrucao se não lhe for oferecido. Quando uma vítima está presa nas ferragens e se inicia um foco em caso de acidentes, é um bom exemplo, creio. Terceiros que passam pelo local do acidente não exitarao em ajudar, mesmo que não instruidos. Os valores humanos falarão mais alto.
    Os carros não pararam de pegar fogo e as vezes nem a alta tecnologia da indústria automobilística é capaz de evitar um princípio de incêndio. Atraves de curto, falha mecanica dentre outros.
    Creio eu que seja de uso necessário sim. Disso não tenho duvidas. Alem de que é um produto com custo beneficio baixo, se equiparado a validade de 05 anos oferecida. Agora não cabe a mim julgar, mas o bom senso existe a disposição de todos. Se pensarmos com a possibilidade tambem de vidas, além de um bem material(carro de passeio),ou uma afronta por meio do governo e fabricantes de extintores…
    Para se ter uma ideia,um exemplo simples: é obrigatório aos veículos destinados ao transporte de passageiros, Onibus, Táxi, Uber, dentre outros aplicativos. Com o intuito de proteger vidas, evitando assim uma tragedia maior dependendo do ocorrido. Mas, em contra partida, eu e você com nossa familia, nossos enti-queridos, não precisamos do mesmo. Eu não considero a cada um deles menos especial. Já não sei como vocês leitores, criticos e adeptos ao movimento contrario pensa. Simplesmente expresso aqui a minha opinião como todos temos liberdade.
    Um forte abraço.

  • Avatar
    Alaan José Kruk 26 de setembro de 2019

    Esses políticos de meia pataca que não ousem! Falta de vergonha!

  • Avatar
    Claudio Lovato 25 de setembro de 2019

    Os políticos devem estar levando uma vantagem pecuniária dos fabricantes de extintores. Dá nojo viver num país assim.

  • Avatar
    Fernando Ribeiro Filho 25 de setembro de 2019

    Coisas desse país nojento!

Avatar
Deixe um comentário