Ford no Brasil: saiba os planos da marca americana para o nosso mercado

Depois do já anunciado fim do Fiesta, a Ford no Brasil deixou alguns consumidores apreensivos. Saiba quais são os planos dela para o nosso mercado

Por Boris Feldman09/03/19 às 19h30

Depois do já anunciado fim do Fiesta, a Ford no Brasil deixou alguns consumidores apreensivos. Saiba quais são os planos dela para o nosso mercado:

[TRANSCRIÇÃO]

A Ford anunciou – mas está sendo duramente criticada – que vai fechar sua fábrica em São Bernardo do Campo (SP) e deixar de produzir: caminhões e o Ford Fiesta. Qual é o plano da marca para o mercado brasileiro?

Manter sua fábrica em Camaçari (BA) produzindo o EcoSport e o Ford Ka. Da Argentina, ela vai importar só a picape Ranger, pois o Focus deixa de ser produzido lá em maio. Do México, ela traz o sedã Fusion, que será produzido lá pelo menos até 2020. Do Canadá, ela continua trazendo o utilitário esportivo Edge.

À estes modelos, ela pode acrescentar mais dois a serem produzidos na Argentina ou no Brasil: uma picape para substituir a finada Courier e pelo menos mais um SUV entre o EcoSport e o Edge, para também marcar presença na disputada faixa do Jeep Compass.

Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (7 votos, média: 3,43 de 5)
Loading...
Clique na estrela para avaliar.
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
33 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Davi 24 de maio de 2019

    Estou so aguardando as notícias da ford. Estava pensando em pegar o novo ka, mas essa frescura da marca não sei. Acho que vou de Renault sandero e mais confiável.
    E outra coisa a ford não são tão bom assim não. Se fosse não estariam vendendo mal. O erro da ford e oferecer os melhores carros deles em outros países e no Brasil so restos.
    Goste ou não vocês. E so olhar o novo ka da europa e o novo ka daqui, e também as picapes de outros países. Abraço!!

  • Avatar
    Gabriel 11 de março de 2019

    Acho que as fábricas de carro da China e Índia estão com os preços imbatíveis em relação a qualquer lugar no mundo, devido ao fato de lá os impostos serem mais baixos e o encargo social ser mais baixo (se tiver tipo INSS e etc lá).
    Assim infelizmente enquanto a China e Índia não tiver sindicatos para conceder esses direitos muitas fábricas vão fechar. Será justo um chines ou indiano trabalhar 8 horas por dia e não ter INSS e etc? Parece trabalho semi-escravo.

  • Avatar
    Carlos 11 de março de 2019

    O Gustavo e o Saúva estão mais do que certos, estas 4 marcas estão vendendo o carro mais caro do mundo a décadas no Brasil com regalias fiscais, eles não estão levando prejuízo, são avarentos, se GM e Ford forem embora, não compro mais nenhum carro deles..

  • Avatar
    Fabio 10 de março de 2019

    Não devemos nem perder tempo querendo saber se o modelo x,y ou z deixará de ser produzido pelo fabricante a, b ou c. O que não falta atualmente, são novos fabricantes. O que interessa saber é se são seguros, iguais aos feitos na matriz, e se tem preço competitivo.

  • Avatar
    Arno Käfer 10 de março de 2019

    Esta é a lógica do capitalismo: se o consumidor compra qualquer coisa a qualquer preço, vão fabricando qualquer coisa a qualquer preço; o consumidor vai ficando exigente e a concorrência vai aumentando, ou se adaptam ou saem fora do mercado. A Ford fez uma opção e vai segui por aí: investirá alto em tecnologia elétrica e continuará focando o mercado americano de camionetões. Vai até parar até com a linha de sedãs por lá. Sem problemas, uns saem e outros entram no mercado. No mais, é choradeira de pseudo-capitalista com complexo de vira-lata em país com a mente contaminada pela droga de socialismo. Quem quiser a segurança de modelos que serão eternos então vá pra rua e faça passeata reivindicando para que a Lada venha pra cá… A questão é simples: a Ford vai parar de fabricar tal nodelo, ou vai embora…? Tchau, vida que segue. Outros modelos vão ocupar o espaço.

  • Avatar
    Elmo 10 de março de 2019

    Gente que conversa estranha a de vocês, acabei de me aposentar na Ford, sabemos que ela está fazendo o que todas fazem, midernizando seus produtos, porque estão fechando a fábrica de SBC , uma fábrica antiga , equipamentos antigos e produzindo produtos já envelhecidos, se você fosse acionista continuaria investindo em produtos que só perdem mercado ?
    Estás empresa não pensam no trabalhador e nunca pensarão, o negócio é lucro !
    Estão reestruturando a fábrica de Taubaté com equipamentos de última geração !
    Ex : uma linha que produz o motor sigma utiliza 25 pessoas, agora com nova tecnologia utilizará 9 pessoas , significa que as 16 estão sobrando , o que fazer com elas, já que até o final do mês chegará no total de 300 sem emprego, o que faremos ?

  • Avatar
    Marcolino Cavalcante Teixeira Lima 10 de março de 2019

    Veja o exemplo dos Caminhões da Ford tem produtos bons tipo o Cargo.Porém o que falam tecnologia e esse Arla em todos caminhões é impossível concorrer com preços e fretes pois a maioria não tem Arla.É loucura caminhão novo no Brasil.

  • Avatar
    Marcolino Cavalcante Teixeira Lima 10 de março de 2019

    Veja o exemplo dos Caminhões da Ford tem produtos bons tipo o Cargo.Porém o que falam tecnologia e esse Arla em todos caminhões é impossível concorrer com preços e fretes pois a maioria não tem Arla.É loucura caminhão novo no Brasil.Os velhos levam a mesma carga e quem tem Arla tem esse custo indevido.

  • Avatar
    Ronaldo Noce 10 de março de 2019

    Todas a montadoras no Brasil estão em dificuldades, a GM ameaçou a deixar o país recentemente e seu carro de entrada é o campeão de vendas. Acontece que as leis que são impostas aos veiculos ano a ano estão deixando os veiculos cada vez mais caros pelo fato de ser tecnologia de outros países e isso custa caro. A Kombi foi um sinal de que estava para acontecer, chegou uma hora que o projeto não permitia mais tanta tecnologia imposta, vai ser assim e a tendência é piorar.

  • Avatar
    João Victor 10 de março de 2019

    Podiam trazer uns carros da hora de verdade né?! Produzir ou pelo menos trazer a F-150, F-250 e Raptor, pelo preço justo… Mas claro, com o design igual o americano, pq a F-350 passou por mais de 5 atualizações e continua o mesmo modelo de 2006… Tem que cobrar a marca, só traz porcaria pra gente e pros nortistas os melhores produtos…

  • Avatar
    RICARDO JANSEN OLIVEIRA DA SILVA 10 de março de 2019

    A Ford no Brasil não presta. Maior desrespeito com o consumidor. Simplesmente ela está colhendo o que plantou. Por mim vai tarde. Sou proprietário do fusion FWD 2016. Acho um carro magnifico. Infelizmente tive problemas com a garantia. Sei bem o que é lhe dar com a Ford.

  • Avatar
    Saúva 10 de março de 2019

    O governo de deveria abrir o mercado de automóveis para importação. Esse negócio de protecionismo argumentando empregos é balela. Abre mercado e deixem eles se matarem pra conseguir os clientes. Quanto mais marcas e modelos disponíveis, melhor a concorrência e isso faz bem pra economia e pra sociedade que paga caro demais por um automóvel. Ford , Volks, GM e Fiat ficaram décadas sozinhas no mercado fazendo o que bem quiseram com o consumidor. Agora tem que rebolar…

    • Avatar
      gustavo 11 de março de 2019

      falou tudo. há décadas o governo vem segurando essas empresas sanguessugas no país porque nenhum governo quer nas costas o saldo de gente perdendo o emprego por causa de chantagem desses fabricantes avarentos. Pra mim, honestamente, já passou da hora dessas empresas irem todas pra casa do c*#@@o. Tremendo atraso de vida.

    • Avatar
      Erik 11 de março de 2019

      Precisa abrir mercado para importação? Você estudou? Sabe o significado da palavra importação? Já ouviu falar em Hyundai? Nissan? Toyota? Honda? Chery? BMW? Audi? Suzuki? Jaguar? Land Rover? Mitsubishi? Peugeot? Renault?
      Volta para a escola ou vá se informar um pouco antes de postar bizarrice.

  • Avatar
    Aline 10 de março de 2019

    Gente! Se liguem! A marca é enorme, é boa, nós clientes temos que aguardar para ver as novidades! Parem de ser crianças choronas Deus me livre! Quando a marca é boa em qualidade, sofisticação, detalhes que surpreendem pode vir 10 modelos podem sair os 10 modelos! Quando o carro é bom, a gente nunca trai, a gente até paga a mais por uma roupa, tênis, sapato bom! E por que não um carro bom?!

    Teu time deve ser uma bosta, e você não larga kkkkkkk !!!
    tu é deve ser chato e teu parceiro(a) não te larga!

    A Ford tem tradição, qualidade, bom gosto, segurança, sofisticação! Eu jamais trocaria está marca, pois sei que tem preço que vale a pena pagar até a mais por algo bom! Pois em um acidente, e a gente poder ter a oportunidade de voltar e contar que sobrevivemos por ter um carro bom e seguro, não tem preço que pague!

    Vamos aguardar!!!!!! Aproveitem vocês aí as promoções de últimas unidades!!!! Pois no semi novo, ainda vai ter comprador e vendedor a rodo querendo os modelos! ✨🎉🎊

    • Avatar
      Beto 10 de março de 2019

      Respeito sua opinião, tive um Fiesta Rocam, comprei zero, fiquei por 6 anos, 103.000 km. Contratando com outros do mesmo ano e faixa de preço, era o melhor equipado. Durante esse período, vi a Ford cometer vários erros de mercado, principalmente com esse New Fiesta, desde o lançamento, passando pelo problema recorrente do câmbio powershift, seria um dos melhores, mas economias tupiniquins, foi um fiasco. Os maiores acertos foram promovidos pela FORD BRASIL, com EcoSport e novo Ka. Porém é comum grandes marcas darem pouca visibilidade para times de terceiro mundo por conta de uma “política global”. Agora voltando aos problemas, as concessionárias principalmente em cidades médias e pequenas deixam a desejar, em cidades grandes realmente podemos escolher qualquer marca, onde moro, por exemplo, só GM, Fiat, Ford, e, há uns 4 anos, Renault e VW. Nada de Toyota, Honda, Hyundai, Peugeot, etc. Quem tem condições de bancar manutenção em outras cidades (entre 150 a 300km) podem comprar essas marcas.
      No mais, o New Fiesta nasceu morto, quem vai salvar a Ford no Brasil é a Ford Brasil, o Novo Ka tem condições de suprir o lugar do Fiesta, só melhorar o atendimento e o preço das manutenções, R$65 em um litro de óleo (produzido pela Castrol), R$120 em uma lâmpada H4, só porque tem a marca Ford Motorcraft não dá.

      • Avatar
        Luciano 10 de março de 2019

        Só corrigindo, os óleos agora são produzidos pela Mobil. Desde a aquisição do meu carro só coloco esse óleo, mas não tem tanta diferença de preço se comparado ao mortorcraft, até porque as concessionárias passaram a vender pelo MercadoLivre.
        Agora lâmpada só porque vem estampado a marca Ford isso eu nunca comprei, tem tantas marcas boas por aí.

  • Avatar
    Carlos Alberto 10 de março de 2019

    Seria interessante trazer para nosso mercado o Ford Everest caso ele fosse fabricado na Argentina. Um utilitário da picape Ranger, aumentando a oferta de produtos em nosso mercado.

  • Avatar
    Fernando 10 de março de 2019

    Quem não tem competência não se estabelece.

  • Avatar
    Cesar furlanetto 10 de março de 2019

    A Ford sai por causa dos encargos sociais, das ações judiciais e das decisões da “justiça trabalhista”. Assim como as empresas saíram dos EUA para a China.

  • Avatar
    Laércio Cruz 10 de março de 2019

    Ultimamente só venho comprando Chevrolet. Já tive modelos Ford. O pior é que os produtos são caros, e a “política” comum às concessionárias é atender mal. Mesmo com incentivos do nosso país. Então, precisamos encontrar alternativas internas. Manda essas nojentas sumirem daqui. Viva o fusca!

    • Avatar
      Ailton 10 de março de 2019

      Se vc não conhece de carro cale a boca…

  • Avatar
    Fernando 10 de março de 2019

    Ford e Chrysler nunca mais
    teve um Lee Iacocca no comando.
    Tirou as duas do buraco.

  • Avatar
    Claudeci carlos 10 de março de 2019

    Ford está virando as costas para o brasil , ela investe muito mais nos outros países, se eu não me engano o carro mais vendido do mundo e o dela a f150 que já mais vira para o Brasil.

    • Avatar
      Lourival Carvalho 10 de março de 2019

      Concordo com você amigo, veja que a Ford trás a ranger da Argentina com valores muito mais altos para o Brasil se compararmos os valores da f150 com os valores praticados da ranger veremos que todas as montadoras tradicionais vendem seus lixos com preços de luxos e o pior é que nós ainda comprarmos.

  • Avatar
    Lucas Pontes 9 de março de 2019

    A Ford Brasil sempre teve que aguardar 6 anos para aprovação de qq projeto pela matriz nos EUA. A decisão de fechar a planta SBC foi tomada em 2017. Não adianta tapar o Sol com a peneira, a concorrência se tornou uma bola de neve montanha abaixo. Parte da população não tem condições de adquirir um veículo devido aos baixos proventos. A outra parte nunca terá um auto. A menor parte restante tem dezenas e dezenas de marcas e modelos para escolherem. O custo fábrica deixa a desejar devido aos impostos abocanhados pelo governo federal, apesar dos empréstimos concedidos para novos projetos. A globalização matou as exportações e o mercado se retraiu nos últimos vinte anos.

    • Avatar
      Fábio Luiz Coelho Bonoldi 9 de março de 2019

      Concordo plenamente com sua posição Lucas. É o que eu penso também!

    • Avatar
      Rogério Inoue 10 de março de 2019

      Concoruc com a sua opinião. O mercado mudou e não adianta produzir se não é competitivo. Com essa taxa de câmbio nossos produtos são inviáveis para a exportação!! E nenhuma montadora sobrevive apenas de mercado interno. Uma pergunta aos críticos… por quanto tempo você investe em negócio que dá prejuízo??

  • Avatar
    Edson Maciel 9 de março de 2019

    A saída é o consumidor deixar boiar o estoque da Ford. Comprar na concorrência.

  • Avatar
    Edson Maciel 9 de março de 2019

    A saída é o consumidor deixar boiar o estoque da Ford. Comprar na concorrência.

  • Avatar
    Henrique 9 de março de 2019

    Quer deixar o país ..que deixe

    • Avatar
      Edson Maciel 9 de março de 2019

      Pois é; e não comprar Ford no Brasil, pois vai sempre correr este risco, de uma hora pra luta.

    • Avatar
      Antonio 12 de março de 2019

      Ela só esta saindo de São Bernardo, mas continua na Bahia. Provavelmente o custo de produção em São Bernardo é alto demais. Salários, etc….lembre-se que o sindicalismo é forte demais lá, e isso sumenta o custo de produção…

Avatar
Deixe um comentário