Óleo lubrificante: prazos de troca do mineral, sintético e semissintético

Com tantas dicas disseminadas por aí, o prazo para a troca do óleo é sempre alvo de controvérsias. Cuidado com os 'entendedores' de plantão

Por Boris Feldman11/01/19 às 20h03

Uma das regrinhas divulgadas por aí é que cada tipo de óleo lubrificante tem que ser substituído por uma determinada quilometragem. Será que isso é verdade?

[TRANSCRIÇÃO]

Quando se fala em prazos para a troca do óleo do motor dos automóveis, há sempre controvérsias. Porque existem prazos variáveis para a quilometragem ou para o tempo limite da substituição do óleo. Uma das regrinhas divulgadas por aí, é que no caso do óleo sintético, ele deve ser substituído a cada 10 mil quilômetros. Porém, se for o óleo mineral, ela cai para 5 mil. E o semissintético, entre uma e outra, 7.500 quilômetros.

Procedem esses prazos? É isso mesmo? Procedem coisa nenhuma, não é nada disso! As quilometragens e o tempo em meses para troca do óleo são estabelecidos pelo fabricante. Esses prazos podem variar de acordo com o óleo, de acordo com o motor e com as exigências de cada automóvel. Quem estabelece esses prazos baseado no tipo do óleo não sabe o que está falando!

Óleo lubrificante
Foto Shutterstock | Divulgação
Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Clique na estrela para avaliar.
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário