Atender recall pode se tornar exigência para transferir veículo

Projeto de Lei estabelece que o novo documento de propriedade só será emitido comprovando-se que o carro foi levado ao recall

Por Boris Feldman16/05/19 às 19h30

Mesmo sabendo tratar-se de um problema de segurança e de o reparo ser gratuito, o brasileiro não leva seu carro ao recall.

Já se tentou forçá-lo a isso: em 2010, uma decisão do conjunta do Denatran e do Ministério da Justiça estabelecia a obrigatoriedade de o carro ter um documento comprovando ter sido levado ao recall para ser transferido de proprietário. Ou seja, não fez o recall, não pode vendê-lo.

Como a resolução não foi cumprida, tentou-se pelo menos fazer constar no documento do carro que ele não foi submetido ao recall. Isso, para alertar o próximo proprietário. Também não deu certo! Agora, mais uma tentativa na Câmara dos Deputados: um Projeto de Lei também estabelece que o novo documento de propriedade só será emitido comprovando-se que o carro foi levado ao recall.

documento cvr

Foto Alexandre Carneiro | AutoPapo

Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
Clique na estrela para avaliar.
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário