Quase xarás: 10 carros com nomes muito parecidos

Volkswagen Nivus e Lada Niva, Chevrolet Celta e Kia Seltos, Ford Escape e Renault Espace... Os nomes são quase iguais, mas designam produtos bem diferentes

Por Alexandre Carneiro 22/12/19 às 10h04

Eles não são exatamente xarás, mas é por pouco! As identidades são quase iguais: muda apenas uma letrinha ou outra. Diferenciar esses carros apenas pela sonoridade de seus nomes é tarefa difícil. Confira o listão do AutoPapo!

1. Volkswagen Nivus e Lada Niva

O Volkswagen Nivus é um SUV compacto que ainda está em desenvolvimento. Baseado no Polo, porém menor que o T-Cross, ele deverá ser lançado no Brasil no ano que vem. Se o nome soou familiar, não estranhe: parece com Niva, jipinho que a Lada vendeu por aqui nos anos 90. Valente, o modelo até hoje é apreciado pelos adeptos do trail.

2. Volkswagen Gol e Volkswagen Golf

Qualquer semelhança entre esses carros e seus nomes não é mera coincidência. Quando o Gol foi lançado no Brasil, em 1980, o Golf já existia na Europa. O nome do modelo nacional, soava parecido com o do “primo” estrangeiro e, assim como ele, era alusivo aos esportes. Em meados dos anos 90, com a abertura das importações, os dois passaram a conviver juntos por aqui.

3. Volkswagen Fox e Ford Focus

Donos de Fox e Focus que já tiveram que falar o modelo do carro para o manobrista sabem bem o quão dúbia pode ser a pronúncia desses dois nomes. Para piorar, os dois modelos conviveram no mercado pelo mesmo período: o médio da Ford chegou ao país em 2000, e o compacto da Volkswagen, em 2003. O primeiro deu adeus neste ano; o segundo não deve ir além de 2021.

4. Fiat Brava e Fiat Bravo

Outra semelhança que não aconteceu por acaso. Nos anos 90, a Fiat lançou simultaneamente o Brava e o Bravo. Só o primeiro, um hatch de quatro portas e porta-malas ligeiramente saliente, chegou ao Brasil. O segundo, uma variação de duas portas do mesmo projeto, com uma traseira própria, nunca chegou ao país. Duas décadas depois, apenas o nome Bravo foi resgatado para designar outro modelo médio.

5. Chevrolet Impala e Chevrolet Opala

Mais um caso de semelhança proposital. O primeiro carro de passeio da Chevrolet mesclava a carroceria do Opel Rekord com a mecânica do norte-americano Impala. O nome foi pensado justamente para evidenciar essa união que deu origem ao produto. De quebra, Opala também designa uma pedra semipreciosa.

6. Chevrolet Celta e Kia Seltos

Entre os anos de 2000 e 2015, o Celta foi o carro mais acessível da Chevrolet. Em breve, poderá ser confundido com o Seltos, um SUV compacto da Kia que tem grandes chances de ser importado para o Brasil. O lançamento deve acontecer em 2020 ou em 2021. Antes dele, porém, a marca sul-coreana vai importar o hatch Rio.

7. Volvo XC60 e Lifan X60

Esses nomes bastante parecidos designam dois SUVs importados. Porém, no mais, eles têm muito mais diferenças que semelhanças. O X60 é um modelo compacto da chinesa Lifan, que chegou a vender bem antes da alta do dólar. Já o XC60 é maior e mais sofisticado, fazendo jus à proposta premium da sueca Volvo.

8. Lifan 320 e BMW 320i

O Lifan 320 parece ter sido pensado fazer o dono se sentir com mais status. Visualmente, era um clone do Mini Cooper, mas custava bem menos. Já o nome lembrava bastante o sedã 320i, da marca principal do Grupo BMW. O hatch chinês ficou pouco tempo no mercado brasileiro, só de 2010 a 2012. Mesmo assim, deve ter confundido muita gente pelas ruas.

9. Ford Galaxie e Ford Galaxy

Dois carros da Ford com nomes parecidos, mas muito diferentes em todo o restante: são o Galaxie e o Galaxy. O primeiro, bem conhecido dos brasileiros, é um sedã grande e luxuoso feito no país de 1967 a 1983. Por sua vez, o segundo é um monovolume nunca veio pra cá: foi lançado mundialmente em 1995 e ainda é vendido na Europa.

10. Ford Escape e Renault Espace

Falar os nomes desses dois carros em sequência chega a ser um trava-língua! Nenhum deles é vendido aqui, mas essa situação pode mudar em 2020, quando a Ford deverá  começara vender o Escape. Trata-se de um SUV médio que concorrerá com o Jeep Compass. Todavia, o Espace, um monovolume de sete lugares, deve continuar longe daqui.

Fotos Divulgação

0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário