Fiat 500 volta a ser vendido no Brasil por R$ 61,3 mil

Retrô da Fiat retorna ao mercado brasileiro com design defasado em relação ao modelo europeu

Por AutoPapo 22/08/17 às 07h28

O 500 voltou a ser vendido oficialmente pela Fiat depois de ficar fora do mercado brasileiro por dois anos. O modelo retrô retorna como ano 2017, mas sem o design novo, presente no modelo vendido na Europa desde 2015. A versão única – Cult 1.4 Evo Flex –  é vendida por R$ 61.396

O motor oferece 85 cv de potência a 5,740 rpm e 12,4 hgfm de torque a 3,500 rpm, com transmissão manual de cinco marchas. Apesar do atraso no design, que por aqui ainda é de 2009, o veículo recebeu algumas novidades dentro da cabine.

A central multimídia Uconnect agora equipa o painel com uma tela sensível ao toque de 5 polegadas. No quadro de instrumentos, há um indicador de troca de marcha (na sigla, GSI) que, quando seguido a risca, auxilia o motorista a controlar o consumo de combustível.

Outra mudança para o Brasil é que o teto solar passou a ser de série no modelo. Por fim, o 500 também foi equipado com sistema eletrônico de monitoramento de pressão dos pneus (TPM ou TPMS), conjunto de sensores que evita a vigia constante com a calibragem dos pneus.

Enquanto isso, na Europa, os faróis permaneceram com a mesma forma redonda e ficaram mais translúcidos e modernos. A grade frontal foi redesenhada com um friso complementar e as entradas de ar receberam um acabamento mais robusto.

Na traseira, as lanternas foram reinventadas, se transformando em um contorno luminoso do que eram antes. O resultado é original. O conjunto, como um todo, parece ter se adequado melhor à proposta retrô do 500 que o anterior.

O Cinquecento não mudou muito por lá, mas os poucos retoques foram certeiros na reinterpretação do estilo nostálgico que o italiano, lançado em 1957, continua exibindo pelas ruas depois de 60 anos.

Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (Seja o primeiro a avaliar)
loadingLoading...
Clique na estrela para avaliar.
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário