BMW nega ter feito arranjos com Volkswagen e Mercedes

Comissão Europeia investiga montadoras alemãs por formação de cartel no escândalo do Dieselgate

Por AutoPapo24/07/17 às 17h05

A revista alemã Der Spiegel publicou, na sexta-feira (21), um artigo afirmando que BMW e outras montadoras alemãs estariam envolvidas em um cartel para regular o preço de equipamentos utilizados para reduzir emissões. Oficiais da Comissão Europeia confirmaram que as fabricantes estão sob investigação, divulgou a agência Reuters.

A Comissão, no entanto, observa que as investigações ainda estão em andamento e não alcançaram conclusões. Além da BMW, outras envolvidas seriam Daimler (Mercedes-Benz) e Volkswagen, incluindo as subsidiárias Porsche e Audi. Executivos das três empresas manteriam negociações através de comissões industriais para controlar o preço dos dispositivos.

Com as leis europeias de emissões cada vez mais exigentes, algumas tecnologias se tornaram fundamentais. Entre as medidas que teriam sido negociadas estão desenvolvimento de veículos, freios, motores a gasolina e a diesel, embreagens, transmissões e sistemas de tratamento do exaustor. Entre os últimos estaria o AdBlue, sistema de injeção de líquido que reduz emissões.

Em comunicado, a BMW negou todas as acusações e garantiu que opera de acordo com a legislação. “Carros do Grupo BMW não estão sendo manipulados e estão de acordo com as exigências legais aplicáveis”, informou a montadora.

BMW Porsche VW Audi Daimler
Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
Clique na estrela para avaliar.
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário