Câmbio Powershift: defeito era conhecido pela Ford, afirma reportagem

Investigação do Detroit Free Press obteve documentos confidenciais mostrando que a a fabricante sabia do problema, mas não o corrigiu

Por AutoPapo 31/07/19 às 17h19

O mau funcionamento do câmbio Powershift era de conhecimento da Ford antes do lançamento de modelos Focus e Fiesta nos Estados Unidos, uma reportagem do Detroit Free Press afirmou. O site teve acesso a documentos e e-mails internos da companhia. Problema também chegou ao Brasil.

cambio powershift ford fiesta Investigação do Detroit Free Press obteve documentos confidenciais mostrando que a a fabricante sabia do problema no câmbio Powershift, mas não o corrigiu
Câmbio automatizado do Ford Fiesta

Segundo as informações, a Ford ignorou inquéritos de segurança por parte de seus próprios advogados, assim como avisos de um engenheiro de desenvolvimento. O profissional teria indicado que os carros não estavam em condições de rodar.

Posteriormente, também de acordo com a notícia, quando os problemas do câmbio Powershift se tornaram óbvios, a companhia teria se negado a fazer uma correção no sistema porque ela seria muito cara. Além disso, a Ford teria treinado vendedores para justificar qualquer funcionamento anormal por parte do sistema junto a potenciais clientes.

Os defeitos na transmissão automatizada relatados por proprietários nos EUA são semelhantes aos descritos no Brasil. De acordo com documentos legais, o sistema foi observado “trepidando, patinando, resistindo, escapando, hesitando ao trocar marchas, tendo desgaste interno prematuro, atrasando nas reduções e, em alguns casos, com acelerações repentinas ou retardadas”.

Documentos sobre câmbio Powershift contradizem Ford

De acordo com a reportagem, a Ford tinha conhecimento de defeitos no câmbio Poweshift DPS6, instalado nos modelos Focus e Fiesta, 2010 e 2011. Cinco anos depois, a companhia ainda estava tentando encontrar uma correção para os problemas, ao invés de repensar o sistema.

focus hatch Investigação do Detroit Free Press obteve documentos confidenciais mostrando que a a fabricante sabia do problema no câmbio Powershift, mas não o corrigiu
Ford Focus é um dos modelos brasileiros equipados com o câmbio Powershift

A reportagem também afirma que teve acesso a documentos confidenciais do alto escalão da empresa, em 2012. Eles mostrariam a Ford reconhecendo que apressou a produção dos veículos, cortou custos de forma irresponsável e comprometeu protocolos de qualidade.

Em outros documentos da época, relata a notícia, um engenheiro de testes fez uma avaliação desastrosa do câmbio Powershift que, então, já equipava cerca de 500 mil carros. “Não há conserto por enquanto. Nós temos uma força tarefa trabalhando na questão mas eles não encontraram nenhuma solução por enquanto”, escreveu Tom Hamm, citado na matéria.

Como observou a reportagem, essa informação contradiz declarações feitas pela companhia ao órgão de segurança viária National Highway Traffic Safety Administration (NHTSA). A Ford teria dito à organização que o problema no câmbio Powershift só ocorria quando os veículos ficavam mais velhos.

Nos EUA, os defeitos foram alvo de uma ação coletiva contra a fabricante que resultou no pagamento de US$ 35 milhões a um conjunto de 1,9 milhão de clientes, em 2017. Ainda assim, não haviam provas de que a empresa tinha conhecimento do problema, até então.

As primeiras reclamações com relação à transmissão da Ford, nos EUA, foram feitas em 2010, logo após o início das vendas do Fiesta ano/modelo 2011, primeiro carro equipado com ela. Então, clientes registraram queixas junto à NHTSA.

No Brasil, o câmbio Powershift apareceu no New Fiesta, hatch e sedã; Focus hatch e sedã; e EcoSport.

Congresso americano exige ações

Depois que a investigação do Detroit Free Press foi publicado, diversos membros do congresso americano têm se manifestado. Eles demonstram ter intenção de se envolver com o problema, e já pediram que uma revisão do problema fosse feita.

O principal órgão de segurança viária do país, National Highway Traffic Safety Administration (Administração Nacional de Segurança no Trânsito, NHTSA), também se interessou pela questão. Há possibilidade de que a instituição obrigue a fabricante a fazer um recall dos veículos.

Além disso, diversos proprietários de carros da Ford equipados com o câmbio Powershift entraram em contato com a publicação. Eles contaram que, depois da publicação da notícia, a marca iniciou um processo silencioso de chamamento para reparos.

Contudo, ao chegarem às concessionárias da marca, os donos dos veículos tiveram o conserto gratuito negado.

Fotos Ford | Divulgação

Matéria atualizada, publicada em 11/07/2019

Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (9 votos, média: 5,00 de 5)
loadingLoading...
Clique na estrela para avaliar.
18 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Hallan Couto 31 de outubro de 2019

    Tenho um focus 2015 que hoje está com 57mil km e deu pau no cambio… não engata nem a ré… 8mil só de peça, fora mão de obra!! pense!!

  • Avatar
    andre de carvalho perez 20 de agosto de 2019

    Pessoal, o que posso dizer, estou muito triste com meu Ecosport SE 2.0 13/14… que trocou essa bomba de câmbio em 2017… e menos de 2 anos meu carro está na concessionária AUTO PRIME SBC, com orçamento de mais de 7000,00 para arrumar, busquei a Ford do Brasil e foi dito para eu procurar advogado… Senhores, não comprem mais FORD… essa fábrica está falindo e deixando o Brasil! E nós proprietário ficamos com o prejuízo frente a essa poderosa americana!

  • Avatar
    Ivan 1 de agosto de 2019

    Imagina a quantia de bombas prestes a explodir no mercado. Entendo a revolta dos consumidores, não deve ser fácil.

  • Avatar
    OSVALDO GONTIJO 15 de julho de 2019

    Tenho dois Fiestas 2016, um Hatch e um Sedan, ambos com o câmbio Powershift. Até agora não tive problema com nenhum dos dois, espero que continuem assim.

    • Avatar
      Jair 18 de julho de 2019

      Olá tenho um Focus Titanium 2015, com câmbio automático, além do problema do câmbio, agora também é a desvalorização do carro, difícil alguém pagar o preço próximo ao valor de tabela.
      Vou entrar com ação judicial contra Ford

      • Avatar
        Leandro 1 de agosto de 2019

        No Brasil? Vai apenas perder dinheiro, infelizmente…

  • Avatar
    Jones 15 de julho de 2019

    Tá!Mas, não não resolveram o problema do câmbio dos 2017 ao 2019?

    • Avatar
      Reinaldo Dietrich 25 de setembro de 2019

      Não, tenho um focus 2017 e com 25 mil km já assentava os mesmos problemas, porém, sem direito a garantia estendida, uma vez que “teoricamente” já haviam resolvido os problemas de projeto do câmbio. Não tem jeito, ação judicial neles!

    • Avatar
      Reinaldo Dietrich 25 de setembro de 2019

      Não, tenho um focus 2017 e com 25 mil km já apresentava os mesmos problemas, porém, sem direito a garantia estendida, uma vez que “teoricamente” já haviam resolvido os problemas de projeto do câmbio. Não tem jeito, ação judicial neles!

  • Avatar
    Acilete Torres Brasil 13 de julho de 2019

    Eu tenho uma EcoSport 15/16 automática, pois fui lesada por três anos e o problema persiste, estou com processo na montadora, quantas irresponsabilidades por partes deles.

    • Avatar
      Regis de Melo 14 de julho de 2019

      Estou entrando com um processo contra Ford tbm. Cambio powershift. Como está o seu ?

      • Avatar
        A 15 de julho de 2019

        É causa ganha. A Ford vai empurrar o processo com a barriga enquanto puder. Provavelmente vão pedir perícia no carro. Eles podem até mesmo trocar a embreagem do carro de vocês durante uma revisão sem lhes informar de modo a preparar o carro para a perícia. Se o perito constatar o problema eles irão buscar um acordo para recomprar o carro. Conversem com os seus advogados pois a primeira proposta que eles irão fazer pode até parecer boa aos olhos de um leigo, mas não será.

  • Avatar
    Gilmar 12 de julho de 2019

    Olha, tive um Fiesta Titanium, todas as revisões efetuadas na fábrica, 2 meses após acabar a garantia o câmbio deu pai. EU NUNCA MAIS VOU ADQUIRIR UM FORD

  • Avatar
    Alexandre Sales 12 de julho de 2019

    Lindo carro, cambio automático não vale nada. Kkkk

    • Avatar
      Andre 13 de julho de 2019

      Esses carros usam câmbio automatizado de dupla embreagem que é diferente do câmbio automático tradicional com conversor de par ( este por sinal muito bom). Câmbio automático é bom, o que não presta é o automatizado.

  • Avatar
    Claudio 12 de julho de 2019

    Empresinha de fundo de quintal esta Ford, se não era a partir de agora se tornou. Quero distancia !!!!

  • Avatar
    Indignado 12 de julho de 2019

    Bandidos por isso ta se acabando no brasil

  • Avatar
    Carlos 11 de julho de 2019

    Agora dá pra entender porque a Ford está encolhendo e despencando no mundo todo. Irresponsáveis!

Avatar
Deixe um comentário