Morte e ressurreição: carros que saíram de linha, mas voltaram

No clima da Páscoa, listamos seis automóveis que saíram de linha e voltaram depois de alguns anos no limbo para as ruas e estradas

Por Bárbara Angelo 21/04/19 às 09h00
Com Felipe Boutros

Aproveitando a Páscoa celebrada neste domingo (21) – que para os cristãos representa a morte e a ressurreição de Cristo – , o AutoPapo listou seis carros que saíram de linha e voltaram ao mercado.

Volkswagen Fusca

Carros que saíram de linha e voltaram: Fusca

Encomendado pessoalmente por Adolf Hitler em 1934, o Fusca é o automóvel com mais unidades vendidas e mais longo período de produção da história. Começou a ser importado para o Brasil em 1950 e logo se tornou popular, mas a Volkswagen decidiu interromper sua produção em 1986.

A fabricante , que surgiu com o próprio Fusca, já o considerava obsoleto e precisava do espaço fabril para seus novos modelos. O querido carrinho voltou a ser produzido em 1993, a pedido do então presidente Itamar Franco, e só foi morrer de vez em 1996.

O Fusca ainda sobreviveu depois disso, mas no formato renovado das remodelagens New Beattle, de 1997, e a atual que chegou a ser vendida no Brasil (ressuscitando o nome Fusca) entre 2012 e 2017 , mas que se despede em definitivo neste ano.

Fusca saiu de linha e voltou
No final de 2017 o Fusca deixou de ser comercializado pelas concessionárias VW

Volkswagen Passat

Nascido em 1973 e lançado no Brasil em 1974, o Passat representou uma revolução para a Volkswagen. Até então centrada na produção do seu primogênito Fusca, a montadora dava uma guinada para o futuro lançando motores dianteiros refrigerados a água.

No Brasil, o Passat não demorou para ganhar sua cota de fãs e ser considerado o carro do ano por canais especializados. Mas em 1988, a VW desistiu de produzi-lo no Brasil para investir em outros modelos, como a família BX do Gol.

Mas o Passat continuou vivo em outras partes do mundo, e em 1994 retornou ao mercado brasileiro em versão importada da Alemanha. Ele está entre os carros que saíram de linha, mas voltou e está entre nós até hoje.

Comparamos um Passat com um Tiguan. Como assim? Confira o vídeo!

VW Voyage

Voyage está entre os carros que saíram de linha e voltaram

Com projeto e produção nacional, o Voyage nasceu em 1981 como um sedã derivado do também brasileiro Gol. O Voyage era mais potente e consumia menos combustível que seu irmão mais velho, conquistando o carinho de muitos e o título de melhor carro do ano por publicações especializadas.

O brasileiro foi exportado para vários países ao longo dos 14 anos da primeira geração, inclusive os Estados Unidos, onde foi batizado de Fox. Em 1995, o sedã saiu de linha no Brasil para dar lugar ao Polo Classic, deixando seus admiradores com saudades.

Ainda demorou, mas depois de 12 anos de túmulo, o Voyage entrou para a lista dos carros que saíram de linha, mas voltaram. E retomou sua saga e assim continua até hoje, já tendo sido exportado para 58 países.

Voyage saiu de linha e voltou

Fiat 500

Carros que saíram de linha e voltaram: Fiat 500

O Fiat 500 só chegou ao Brasil em 2009 (já não é mais vendido por aqui), mas na Europa o carrinho começou sua história em 1957. Em uma Itália pós-guerra que precisava de carros práticos e econômicos, o 500 original foi a pedida da vez.

O pequenino participou de uma revolução na indústria, ao introduzir características que se mostraram ideais para a cidade: ele tinha apenas 1,32 m de largura e altura e um motorzinho de 2 cilindros.

Mas na década de 70 ele deixou de ser novidade e o mercado, já recuperado, tinha espaço para veículos mais avançados. O 500 desapareceu em 1975 para só retornar em 2007, 50 anos depois do original, no modelo retrô que conhecemos hoje.

Carros que saíram de linha e voltaram: Fiat 500
500 europeu (Fiat/Divulgação)

Chevrolet Camaro

Objeto de idolatria por parte do público, o Chevrolet Camaro foi lançado em 1966 como um carro esportivo para competir com o Ford Mustang. A partir daí, a febre começou e o Camaro teve quatro gerações, cada uma com grandes mudanças no visual e vários upgrades no motor.

Em 2002, o mercado já não se interessava por cupês esportivos e as vendas caíram, levando à sua descontinuação. Mas o Camaro renasceu depois de 7 anos, trazendo design totalmente renovado, ainda que fiel ao aspecto dos primeiros modelos.

Retomando o furor que ele causou no primeiro tempo, esse intervalo pode ter sido uma boa ideia: ao menos no quesito da aparência, a quarta geração estava perdendo o rumo.

Avaliamos o grande rival do Camaro, o Ford Mustang. Veja o vídeo!

Chevrolet Monza

Monza está entre os carros que saíram de linha e voltaram

O Monza foi lançado no Brasil em 1982. Ele era a versão brasileira do Opel Ascona. O Chevrolet Monza caiu no gosto dos brasileiros, chegando a ser, inclusive o campeão de vendas no mercado brasileiro entre 1984 e 1986. Ele teve opção de carroceria de três volumes (duas e quatro portas) e hatch.

Apesar do sucesso, o Monza saiu de linha em 1996, quando foi substituído pelo Vectra.

Agora, o Monza está entre os carros que saíram de linha, mas voltara… Mesmo que do outro lado do mundo, na China. Ele é feito sobre a plataforma do Cruze, a D2XX, por isso eles têm dimensões semelhantes. Há uma versão esportiva, a RS, com motor 1.3 turbo de 163 cavalos.

É improvável que o novo Monza seja vendido no Brasil.

Carros que saíram de linha e voltara: Monza
Novo Chevrolet Monza | Autohome

*Publicado originalmente em 27 de maio de 2016 às 17:17

Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (25 votos, média: 4,64 de 5)
loadingLoading...
Clique na estrela para avaliar.
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário