Comprou um carro usado? Seis dicas para evitar aborrecimentos

A grana estava curta para comprar um 0 km e você comprou um carro usado? O AutoPapo dá 6 dicas para não se estressar com o seu seminovo

Por AutoPapo 10/04/19 às 19h20

Se a grana estiver curta para comprar um carro zero-quilômetro, existe a opção do “usadinho joia”, o chamado seminovo. Vão aqui 6 dicas para evitar aborrecimentos futuros ao comprar um carro usado:

1. Troque tudo!

Ao comprar um carro usado, troque os filtros

Ao comprar um carro usado, você deve substituir, por via das dúvidas, todos os filtros: ar, combustível, óleo e cabine. O óleo também deve ser trocado. É recomendável também trocar as correias do motor. Poucos donos respeitam esses prazos de troca. Dessa maneira, você passa a ter o controle da quilometragem correta para a manutenção preventiva.

2. De olho nas especificações do óleo

Ao comprar um carro usado, verifique o óleo
Shutterstock

Ao comprar um carro usado, lembre de perguntar ao proprietário anterior o óleo usado no motor, pois  a melhor opção é continuar usando a mesma marca. Esta dica só não vale se o óleo tinha características diversas das indicadas no manual.

Se a marca é outra, mas as características de viscosidade (SAE) e aditivação (API) forem as mesmas indicadas pelo fabricante, nenhum problema em mantê-la.

Boris explica o que são as letras no óleo do rótulo:

3. E a chave reserva?

Ao comprar um carro usado, peça a chave reserva
Foto Shutterstock

Não se esquecer de pedir a chave reserva ao comprar um carro usado. No passado, sem a eletrônica, qualquer chaveiro da esquina reproduzia a chave do automóvel. Hoje, além do segredo nos dentes, tem também um chip interno a ser reconhecido pelo sistema de injeção eletrônica. Ou seja, a chave pode ser igualzinha a original e até girar o tambor da ignição, mas o motor não pega de jeito nenhum pois o sistema não identifica o chip.

Atualmente, fazer uma chave reserva não é impossível mas ficou muito mais caro. E,  se o carro for importado, é provável que ela tenha de ser fornecida pela fábrica e aí o dono do carro pode ser preparar para um pequeno rombo no saldo bancário.

4. Passou por recall?

Ao comprar um carro usado, verifique se ele passou por recall
Recall road sign

Ao comprar um carro usado, perguntar para o proprietário anterior (ou no 0800 da fábrica) se o carro foi chamado para recall e levado à concessionaria. Apesar de envolver item de segurança e ser gratuito, menos de 50% dos donos levam o carro para o reparo. E, entre eles, pode estar o do airbag que, quando infla, mata ao invés de proteger.

5. Ao comprar um usado, não deixe o documento para depois

Ao comprar um carro usado, transfira em menos de 30 dias
Foto André Almeida | AutoPapo

Lembrar que existe prazo para transferir o carro junto ao Detran após comprar um carro usado: depois de 30 dias, considera-se que o novo dono cometeu infração sujeita a pagamento de multa e pontos no prontuário.

6. Prazo de validade dos pneus

Ao comprar um carro usado, confira a validade do pneu

Conferir o DOT dos pneus, se o carro tiver mais que cinco ou seis anos de fabricação. Este é seu prazo de validade e pode ser conferido em sua banda lateral: são as letras DOT seguidas de 4 dígitos (exemplo: 3315), sendo os dois primeiros referentes à semana e os dois últimos ao ano de fabricação. No exemplo, a produção foi na 33ª semana de 2015. Lembrar de conferir também esta data no pneu estepe, sempre “esquecido” pelo motorista.

Ensinamos como conferir o DOT: veja o vídeo!

0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário