[Boato] Encosto de cabeça serve para quebrar o vidro?

Boato que circula no WhatsApp garante que essa é uma funcionalidade extra do dispositivo, mas especialistas afirmam que ela não existe

Por AutoPapo06/12/17 às 18h51

Checagem de Fatos

PICARETAGEM

Encosto de cabeça é feito para quebrar vidro em acidente


- Alvescar
Divulgado em: 01/10/2016

O encosto de cabeça não tem essa função e o vidro não é mais fácil de quebrar por dentro


- AutoPapo

Totalmente falso. A informação é incorreta.

O encosto de cabeça pode ser usado para quebrar o vidro? Objetivamente: não!

Essa “funcionalidade extra” é, de tempos em tempos, alardeada em mensagens no WhatsApp. O alerta informa que os encostos são destacáveis, tem as hastes de fixação afiadas e que os vidros dos carros são facilmente quebráveis por dentro.

boato encosto de cabeça
Recebeu essa mensagem? É falsa!

O coordenador técnico do Centro de Experimentação e Segurança Viária (Cesvi), Alessandro Rubio, atesta que não há nada que comprove que o vidro se quebra mais facilmente pelo lado de dentro do que pelo lado de fora. Em muitos carros, o encosto nem é destacável do banco.

“Não não há nenhuma montadora ou fabricante que comprove ou indique essa funcionalidade para o encosto de cabeça”, completa Rubio.

O coordenador técnico do centro recomenda que, em caso de acidente, os ocupantes do veículo devem manter a calma e tentar abrir a porta. Caso não consigam, e seja urgente sair do carro, devem procurar um objeto rígido e quebrar um dos vidros.

Hoje, uma das principais questões de segurança trabalhadas pelos fabricantes de automóveis é que o habitáculo fique intacto após uma colisão. Dessa forma, as portas não emperram, inclusive, facilitando a saída dos ocupantes ou o seu possível resgate.

Função do encosto de cabeça

Ao contrário do que o nome faz supor, o encosto é um dispositivo de segurança. Ele evita que, em caso de acidente, principalmente em batidas na traseira, a cabeça seja projetada para trás, o  chamado “efeito chicote”, que pode provocar lesões graves na coluna e sequelas, como tetraplegia em casos extremos.

O uso correto dele é simples. Ele deve ser ajustado para que o centro dele fique na altura dos olhos. Ele também não deve ficar afastado da cabeça, justamente para ser efetivo minimizar o seu movimento em um eventual acidente. Esse ajuste deve ser feito também pelos ocupantes do banco traseiro, caso disponham do dispositivo.

encosto de cabeça
Portrait of a smiling young woman driving a car
Veja mais sobre:


0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário