Conheça alguns SUVs que chegam ao mercado em 2020

O mercado de SUVs promete muitas novidades para o ano que vem; separamos 9 modelos que terão destaque entre os lançamentos

Por Fernando Miragaya 19/11/19 às 13h15
Especial para o AutoPapo

Se você é daqueles que só pensa em utilitário esportivo (SUV), prepare-se para 2020. O ano que já se aproxima promete uma leva de novos SUVs de vários tamanhos e para todos os gostos. Tem projeto novo de compacto, nova geração de modelo estabelecido, disputa acirrada entre os jipes médios e até exemplar 100% elétrico. Confira o que vem por aí.

Boris fala de alguns deles. Confira!

VW Tarek

tharu tarek suv utilitario esportivo vw volkswagen 1

A Volkswagen corre para lançar o Tarek, o seu rival para o Jeep Compass em 2020. O SUV médio será produzido na Argentina e será bem próximo do Tahru, lançado recentemente na China.  O Tarek será mostrado no segundo semestre com preços entre R$ 110 mil e R$ 130 mil para se posicionar entre T-Cross e Tiguan Allspace.

O Tarek, da VW, terá motor será o 1.4 TSI de 150 cv com câmbio DSG de dupla embreagem e seis velocidades. A versão topo de linha poderá usar a variante com 220 cv e a mesma caixa, só que com sete marchas.

Chevrolet Tracker 2020

A nova Tracker, SUV compacto da General Motors, vai ganhar cidadania brasileira. Esta terceira geração do SUV será produzida em São Caetano do Sul (SP) com promessa de mais espaço e maior altura do solo – dois quesitos em que fica atrás da maioria dos rivais. Também espera-se versões mais baratas, a partir de R$ 85 mil – hoje, o mais barato começa em R$ 95 mil.

O novo Tracker usa a plataforma GEM, da segunda geração do Onix, e deve seguir o estilo do SUV mostrado na China: faróis espichados, grade tipo bocão e luzes diurnas de LEDs para fazer a tal “luz de assinatura”.

O Tracker 2020 chega no primeiro semestre com o mesmo motor turbo 1.4 de 153/150 cv. Porém, para ter opções mais em conta, pode usar o 1.2 do Onix argentino nas variantes de entrada.

Testamos a geração atual do Tracker; confira no vídeo o que achamos:

Citroën C5 Aircross

citroen c5 aircross
Foto Citroën | Divulgação

A marca francesa quebra a cabeça para trazer o modelo para cá com preço competitivo. Quer aproveitar o sucesso do C4 Cactus para tentar emplacar em segmentos mais caros.

O C5 Aircross usa a mesma plataforma do Peugeot 3008 e brigaria justamente com o irmão, além de versões de VW Tiguan e Chevrolet Equinox, na faixa acima dos R$ 130 mil. O motor é o mesmo THP turbo de 165 cv com transmissão automática de seis velocidades. A ideia seria lançá-lo em meados do ano que vem.

Caoa Chery Tiggo 8

chery tiggo 8 boris feldman 1102x827

A Caoa Chery cumpre a promessa de trazer mais um SUV, desta vez o Tiggo 8. O maior utilitário da marca sino-brasileira chega para ser também o produto mais requintado e caro. O Tiggo 8 será feito no Brasil em configuração de oito lugares.

Apresentado no Salão de São Paulo de 2018, a expectativa é que o SUV da Chery chegue ao mercado no terceiro trimestre de 2019 já com a reestilização que sofreu na China, em abril passado. Também espera-se para o novo Tiggo8 o novo motor 1.6 turbo com injeção direta. Ele gera 197 cv e 29,6 kgfm de torque e atua com um câmbio automatizado de dupla embreagem e sete marchas.

Audi e-Tron

e tron
Audi e-tron

O e-Tron, primeiro SUV elétrico da Audi também foi mostrado no Salão de São Paulo e será lançado em maio de 2020. Seus dois motores geram potência combinada de 355 cv e 57,1 de torque máximo. Com o overboost acionado, são 407 cv e 67,7 kgfm.

Apesar do peso de quase 2,5 toneladas – 700 kg só das baterias -, a Audi garante que o e-Tron faz o 0 a 100 km/h em 5,7 segundos. A autonomia prometida é de 400 km e o jipão zero emissões vai custar entre R$ 459.990 e R$ 499.990. Nos pacotes de opcionais, câmeras nos lugares dos espelhos convencionais.

Renault Duster

O Renault Duster finalmente deve ganhar nova geração no Brasil. As primeiras informações davam conta que o SUV chegaria no primeiro trimestre, mas os concessionários acreditam que o modelo só estreia nas vitrines depois de abril.

A nova Duster já existe na Europa desde 2017 sob a bandeira da Dacia, a subsidiária romena do grupo Renault. As versões de entrada manterão o motor 1.6 SCe, de até 120 cv. O 2.0 deve ser aposentado pelo novo 1.3 turbo com potência superior aos 130 cv, mas esse novo conjunto só chegará em 2021.

Ford Territory

Com portfólio enxuto no Brasil, a Ford tratou de confirmar a vinda do Territory para o país. O Ford Territory será importado da China no segundo semestre de 2020 para, mais para a frente, ser produzido na Argentina.

No mercado asiático, o SUV da Ford é equipado com motor 1.5 turbo de 165 cv. Para o Brasil é aguardado o DirectFlex aspirado com injeção direta de 178 cv e a versão turbinada do Dragon 1.5 de três cilindros – ambas motorizações servem ao EcoSport.

O Ford Territory terá preços em torno de R$ 130 mil e vai duelar com Jeep Compass e cia.

A Ford também lançará no Brasil o Escape. Clique aqui e saiba mais.

Land Rover Defender

O Land Rover Defender perdeu muito do jeitão quadradão e robusto, em favor de contornos arredondados e de um estilo que desagradou aos puristas. Mas o novo Defender foi mostrado assim mesmo no Salão de Frankfurt e chegará entre julho e setembro do ano que vem ao Brasil, nas configurações 90 e 110.

Na Europa, o novo Defender tem quatro opções de motores. No caso das variantes a gasolina, a 2.0 de quatro cilindros gera 300 cv de potência. Tem até versão híbrida, que alia o 3.0 de seis cilindros ao elétrico de 48V. Combinados, entregam potência total de 400 cv e 56 kgfm de torque. As opções a diesel têm potências de 200 cv e 240 cv. O preço estimado do novo defender deve ficar entre R$ 250 mil e R$ 300 mil.

VW T-Sport

novo suv vw t sport frente joao kleber amaral 1 200 largura
Projeção João Kléber Amaral | AutoPapo

O novo SUV da VW já foi confirmado pela marca para ser produzido em São Bernardo do Campo (SP), e a expectativa é que seja lançado no Salão de São Paulo de 2020. A marca o trata como New Urban Coupé e o utilitário compacto deve ser posicionado abaixo do T-Cross, para rivalizar com as versões de entrada de Ford EcoSport e Renault Duster.

A base do T-Sport é a do Polo, de quem vai herdar o motor turbo 1.0 TSI de até 128 cv. Os preços devem variar entre R$ 75 mil e R$ 85 mil.

 Fotos Divulgação

Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (13 votos, média: 4,77 de 5)
loadingLoading...
Clique na estrela para avaliar.
18 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Jorge Dias 21 de novembro de 2019

    Não aguento mais essa moda de SUV!

  • Avatar
    Jorge Dias 21 de novembro de 2019

    Não aguento mais essa moda de SUV!

  • Avatar
    Marcelo Moreira Abreu 20 de novembro de 2019

    O Ford teritori muito estiloso gostei.

  • Avatar
    Ney Verdandi 20 de novembro de 2019

    Esses design barato da linha VW é a mesmice de sempre, tudo quadrado e linhas retas; mais modelos que serão nada mais do que o simples Polo em dimensões diferentes, mas com péssimo acabamento, motores que serão verdadeiros “micos” de mercado após o término da garantia. Todos terão vendas ínfimas, assim como T-Cross que sequer consegue superar os concorrentes na própria Alemanha e Europa.

  • Avatar
    Gera 20 de novembro de 2019

    Os suvs da wv devem vir com preço de Compass e acabamento de polo com é o tcross.

  • Avatar
    marcus 20 de novembro de 2019

    Territory, projeto da Ford na China com uma empresa local. Mais um carro Bola de Fogo no Brasil.

  • Avatar
    Antonio Donizeti Martins 20 de novembro de 2019

    São lançamentoa de meia em meia hora. Assim não dá tempo de aparecerem os defeitos, muito menos a necessidade de corrigi-los. Quando aparecem o carro já está fora de linha. E vão continuar com aqueles motorzinhos com 100 hp de impotência, mas com preços potentes.

  • Avatar
    Ruas sem buracos JÁ!!!! 20 de novembro de 2019

    Está na hora de desenvolverem carros que voam uma vez que as ruas tem mais buracos que asfalto.

  • Avatar
    WAGNER RODRIGUES LIMA 20 de novembro de 2019

    Só os Audi e citroen e Peugeot o resto eu passo ….suv a preços uma casa tô fora

  • Avatar
    Amarildo 20 de novembro de 2019

    VW tsport não vai chegar por menos de 100 mil, a incompetência somada com a ganância da VW não deixa.

    • Avatar
      Mauricio 21 de novembro de 2019

      carros destes valores, com apenas 3 anos de garantia é brabo viu….

  • Avatar
    Savio Lima 20 de novembro de 2019

    Eu vou comprar o Duster novo.

  • Avatar
    Junior 20 de novembro de 2019

    “aproveitar o sucesso do C4 Cactus” 🤣🤣🤣

    • Avatar
      Alexandre Gouvea 20 de novembro de 2019

      Sucesso sim. Tem média de 1.300 emplacamentos mensais, respondendo por 58% das vendas da Citroen. Ultrapassou a Peugeot e a Mitsubishi e agora é a 11a no mercado.

      • Avatar
        Fábio Costa 20 de novembro de 2019

        E só não esta vendendo mais por causa do número de concessionárias aqui no Brasil que menor que os concorrentes!

  • Avatar
    Fred 20 de novembro de 2019

    Eu so acho q SUVs top vão ficar na Europa e vai ter vendas aq no Brasil os com motores simples com preços nas altura.

  • Avatar
    jonas japones japones 19 de novembro de 2019

    gostei se nao tivece um preço isorbitante eu compraria a tracher

  • Avatar
    Carlos Santana 19 de novembro de 2019

    Mais do mesmo. Tudo muito parecido.

Avatar
Deixe um comentário