Número do chassi: o que significa e onde consultar

Os 17 caracteres do número de identificação do veículo dizem (quase) tudo sobre o seu automóvel: local e ano de fabricação, itens de segurança, modelo

Por Laurie Andrade25/09/18 às 15h06

O número do chassi é o documento de identidade de um veículo. Ele não se repete e, desde 1981, possui 17 caracteres, números e letras. A sequência alfanumérica que compõe o chassi, chamada oficialmente número de identificação do veículo (VIN) traz várias informações sobre o automóvel, como seu modelo, onde e quando ele foi produzido.

O padrão utilizado no documento de registro dos carros brasileiros é o mesmo para todo o mundo. Desde 1981, todos os países seguem as recomendações da Resolução 4030 da ISO.

Além de servir como identificação, o chassi auxilia no reconhecimento de fraudes. Como ele está presente em mais de uma parte do carro, geralmente no motor ou na carroceria, possibilita que autoridades policiais reconheçam documentos adulterados em caso de furto ou roubo, por exemplo. Ou que um motorista perceba que um componente original foi trocado.

O número de série do carro, apresentado pelos cinco últimos dígitos do chassi, também consta nos vidros dos automóveis.

O VIN, combinação estruturada de caracteres atribuídos a um veículo pelo fabricante para fins de identificação, também é importante para chamados de recall. É por meio do chassi que as marcas identificam e convocam os carros que podem colocar pessoas em risco e precisam de algum reparo.

O que significa o número do chassi

O número do chassi de um veículo é um padrão que registra seu local de produção, modelo, fabricante, especificações de segurança e motorização.
Imagem André Almeida | AutoPapo

Os três primeiros caracteres: identificador de fabricante mundial (WMI)

Os três primeiros caracteres indicam o local de produção de um veículo e qual é a sua fabricante. A primeira letra – ou número – se refere ao continente em que o carro foi produzido. Os números 8 e 9, por exemplo, representam que o automóvel foi produzido na América Latina.

O segundo elemento alfanumérico indica o país de origem, no caso do nosso exemplo, o Brasil, representado pela letra B.

Por fim, o terceiro caractere do número do chassi identifica a fabricante do veículo. O W, nesse caso, corresponde à Volkswagen.

Saiba em que continente o seu carro foi fabricado:

Conjunto de caracteres Continente
A a H  África
J a R Ásia
S a Z Europa
1 a 5  América do Norte
6 a 7  Oceania
8 a 9 América do Sul

Um carro fabricado na Coreia do Sul, por exemplo, tem o chassi iniciado pelas letras K.

Segundo grupo alfanumérico: seção descritiva do veículo (VDS)

Na segunda parte estão as informações descritiva do veículo. As letras e números variam de acordo com cada fabricante, mas representam modelo, versão, tipo de carroceria, motor e itens de segurança.

Caracteres finais: seção indicadora de veículo (VIS)

Os últimos números e letras indicam dados referentes à fabricação do carro, como ano do modelo, local de produção dentro do país e o número de série.

O ano de fabricação do carro é representado por letras, de A (1980) a Y (2000), e por números, 1 (2001) a 9 (2009), até que as possibilidades se esgotem e voltem a letras, A (2010) a Y (2030) e mais números.

Curiosidade: as letras IO Q não são utilizadas no número do Chassi por serem parecidas com os números 1 e 0.

Consulta de chassi

Para consultar o número do chassi de um veículo, basta procurar as caixas correspondentes no Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV). O VIN está nas duas faces do documento, como indica a imagem abaixo.

De acordo com o Conselho Nacional de Trânsito (Contran), os locais de marcação do chassi nos automóveis são informados pela montadora ou importador quando é solicitado a homologação da Marca|Modelo|Versão. Esses locais precisam estar de acordo com a NBR nº 6066 Item 4.4.1 na Resolução nº 24/1998 do Contran.

Artigo 1. Além da gravação no chassi ou monobloco, os veículos serão identificados, no mínimo, com os caracteres VIS ( número seqüencial de produção) previsto na NBR 3 nº 6066, podendo ser, a critério do fabricante, por gravação, na profundidade mínima de 0,2 mm, quando em chapas ou plaqueta colada, soldada ou rebitada, destrutível quando de sua remoção, ou ainda por etiqueta autocolante e também destrutível no caso de tentativa de sua remoção, nos seguintes compartimentos e componentes:

I – na coluna da porta dianteira lateral direita;
II – no compartimento do motor;
III – em um dos pára-brisas e em um dos vidros traseiros, quando existentes;
IV – em pelo menos dois vidros de cada lado do veículo, quando existentes, excetuados os quebra-ventos.

O número do chassi de um veículo é um padrão que registra seu local de produção, modelo, fabricante, especificações de segurança e motorização.
Imagem André Almeida | AutoPapo

Nos sites dos Departamentos Estaduais de Trânsito (Detrans) é possível fazer a consulta do chassi e verificar a situação legal de um veículo. Lá consta o pagamento ou não do imposto sobre a propriedade de veículos automotores (IPVA), a taxa de licenciamento e o seguro obrigatório. Outras informações  para compra, venda e transferência de um automóvel também estão presentes, entre elas se exitem ou não multas e autuações ligadas ao carro.

Remarcação de chassi

No Brasil, o procedimento de remarcação do chassi é coordenado pelos Detrans. O serviço, que pode ser realizado em razão de ferrugem, de acidentes ou em casos de furto e roubo, requer apresentação de documentos, como laudos técnicos ou boletins de ocorrência e comparecimento ao órgão de trânsito para preenchimento de outras informações.

Veículos que possuem remarcação apresentam uma anotação do campo de observações do CVRL. Remarcar o VIN por outro motivo que não os descritos pelo Detran é ilegal.

1 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Nélio Alvarenga 25 de setembro de 2018

    O que fazer quando a corrosão , imposta pela maresia, faz desaparecer parte da numeração do chassi de seu “Buggy” ?

Deixe um comentário