Skoda Vision X é vislumbre do VW T-Cross em Genebra

Conceito da divisão tcheca é irmão do SUV do Polo, que está planejado para o Brasil

Por AutoPapo07/03/18 às 13h43

A Skoda, subsidiária tcheca do Grupo Volkswagen, exibiu o conceito Vision X no Salão de Genebra, ontem (6). O projeto é irmão do Volkswagen T-Cross, SUV derivado do Polo cujo lançamento é aguardado para o segundo semestre no Brasil. O conceito se aproxima do produto final, com detalhes que adiantam o futuro modelo por aqui.

skoda vision x conceito volkswagen t-cross salão de genebra de 2018
(NewsPress/Divulgação)
skoda vision x conceito volkswagen t-cross salão de genebra de 2018
(NewsPress/Divulgação)

O design da carroceria se mostrou mais adiantado que o conceito T-Cross que já conhecíamos, exibido pela Volkswagen na versão conversível Breeze em 2016. Alguns detalhes, certamente, serão adaptados para o mercado nacional de forma a atender às preferências locais.

No conceito da divisão tcheca, vemos uma grade dianteira cromada e faróis quadrados, coroados por uma linha de luzes de LED com recortes igualmente angulares. Abaixo, a entrada de ar se apresenta em grandes proporções e em volume inteiriço, com detalhes cromados. Visto lateralmente, o conceito é inconfundivelmente um T-Cross, repetindo, até mesmo, a cor usada na carroceria do Breeze. Nota-se que as maçanetas não estão visíveis, característica de conceitos.

Na traseira, continuam elementos angulares e, ao mesmo tempo, recortes arrojados que podem não chegar à versão de produção nem mesmo na Tchecoslováquia. As lanternas são triangulares e acompanhas por duas luzes inferiores,contornando o volume marcado do porta-malas.

Motorização híbrida e a gás do Skoda Vision X é coisa de conceito

skoda vision x conceito t-cross volkswagen
Três formas de alimentação estão presentes no conceito Skoda Vision X (Skoda/Divulgação)

Em Genebra, o Skoda Vision X carrega uma motorização que dificilmente aparecerá por aqui. O utilitário conta com três formas de propulsão: um motor 1.5 TSI G-TEC adaptado para rodar tanto com gasolina quanto com gás natural, e um sistema paralelo elétrico no eixo traseiro que é acionado apenas em algumas situações. O conjunto oferece potência de 132 cv e torque de 25 kgfm, demorando 9.3 segundos para alcançar 100km/h e com velocidade máxima de 200km/h.

Além disso, o sistema desenvolvido para o Skoda Vision X coloca o motor elétrico para funcionar apenas quando detecta que o veículo precisa de mais tração, em terrenos difíceis, ou quando há pouco atrito nas rodas. Ele entrega um efeito “boost”, aumentando a força do veículo na arrancada. Assim, o utilitário pode rodar com a tração dianteira do G-TEC; traseira do motor elétrico, ou integral, aliando os dois.

O elétrico no eixo traseiro entrega um torque de 102 kgfm, número bastante superior ao do TSI na dianteira. Contando também com um tanque reserva para gasolina, a fabricante informa uma autonomia de 650 quilômetros. A bateria íon-lítio que alimenta o motor elétrico é carregada com a energia aproveitada da frenagem.


VEÍCULOS RELACIONADOS

Veja mais sobre:


0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário