Depois de ‘tweet’ misterioso, Carlos Ghosn foi preso de novo

Ex-presidente da aliança Renault-Nissan foi preso pela quarta vez depois de fazer uma publicação misteriosa em sua conta no Twitter

Por AutoPapo04/04/19 às 20h40

Carlos Ghosn foi preso, hoje (4), pela quarta vez por causas relacionadas às acusações de corrupção contra o executivo. O ex-presidente da aliança Renault-Nissan  fez uma postagem misteriosa no Twitter, na quarta-feira (3), onde prometia contar a verdade.

O drama de Carlos Ghosn já se arrasta por quase cinco meses. Ghosn foi preso, pela primeira vez, no dia 19 de novembro. Desde então, as acusações contra o executivo se engrossaram com novas informações adquiridas pelos promotores do caso.

Ex-presidente da aliança Renault-Nissan, Carlos Ghosn foi preso pela quarta vez depois de fazer uma publicação misteriosa em sua conta no Twitter.

Ele está sendo julgado no Japão, e havia sido liberado no dia 6 de março após pagar uma fiança equivalente a R$ 34 milhões. Agora, o executivo enfrenta novas ameaças que podem agravar sua sentença, caso o julgamento decida por sua culpa. Por enquanto, a justiça ainda não determinou se Ghosn é culpado.

As últimas acusações contra o executivo são de que ele teria usado dinheiro das empresas que administrava para adquirir um iate. Anteriormente, Ghosn foi preso por fraude fiscal, pois teria declarado salário menor que o real. Ele também já havia sido acusado de usar de fundos das empresas para pagar por despesas pessoais.

Ele estava sendo julgado em liberdade até que, hoje, Ghosn foi preso novamente.

Ghosn foi preso depois de “tweet” misterioso

Ontem, o ex-presidente da aliança Renault-Nissan criou uma conta no Twitter e fez uma publicação misteriosa. Ele prometeu uma conferência de imprensa no dia 11 de abril, onde contaria “a verdade” sobre o que está acontecendo com ele.

Ex-presidente da aliança Renault-Nissan, Carlos Ghosn foi preso pela quarta vez depois de fazer uma publicação misteriosa em sua conta no Twitter.

Estou me preparando para contar a verdade sobre o que está acontecendo. Conferência de imprensa na quinta-feira, 11 de abril.

Especialistas do setor já levantaram a possibilidade de que o executivo estava sendo vítima de uma conspiração. De acordo com eles, a Nissan teria criado uma armadilha para tirá-lo do poder. A razão seria de que a fabricante japonesa estava sendo boicotada por Ghosn, que dava preferência para a outra metade da aliança, a francesa Renault.

Ghosn esteve por trás da criação da parceria e é visto como responsável por salvar a Nissan da falência.

O próprio executivo já havia sugerido que estava sendo alvo de um golpe por parte da empresa japonesa. É possível que ele planejasse dar mais detalhes sobre o assunto durante a conferência. Hoje, após ser preso, ele voltou a fazer essas sugestões, segundo reportou o site Carscoops:

Minha prisão esta manhã é revoltante e arbitrária. Ela é parte de outra tentativa de alguns indivíduos na Nissan de me silenciar ao confundir os promotores. Por que me prender, senão para tentar me quebrar? Eu não serei quebrado.

De acordo com a publicação, ainda não se sabe se o executivo permanecerá detido. Seu advogado, Junichiro Hironaka, afirmou que acharia exagerado se Ghosn permanecesse sob custódia.

“Eu teria que questionar a validade dos promotores fazendo algo como uma justiça de refém de novo, já que a corte já o liberou sob fiança, e este não é um caso separado, mas relacionado ao caso presente”, avaliou Hironaka.

Por fim, Carlos Ghosn também disse que a verdade seria conhecida, eventualmente, e esperava que seria inocentado. “Eu estava agendado para apresentar minha história em uma conferência de imprensa na semana que vem. Ao me prender novamente, os promotores me negaram essa oportunidade, por enquanto, mas eu tenho certeza de que a verdade virá à tona. Estou confiante de que, se for julgado justamente, serei inocentado”, disse ele.

Imagens Reprodução do Twitter e ShutterStock

Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Clique na estrela para avaliar.
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário