Recalls para sanar falhas gravíssimas ocorreram em 2019

Como só uma parcela dos consumidores atende aos chamados, carros perigosos continuam a rodar; nesses casos, vidas de ocupantes e de terceiros correm risco

Por Bárbara Angelo 26/12/19 às 08h00

Em 2019, 1,1 milhão de automóveis foram convocados para reparar defeitos em 58 recalls no Brasil, segundo o Ministério da Justiça e Segurança Pública. Nos últimos cinco anos, foram 701 campanhas no país, das quais 189 tiveram atendimento abaixo de 10%, e outras 103, entre 10% e 40%, de acordo com a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon).

Apenas no estado de São Paulo, o Procon-SP apura que mais de 2,1 milhões de veículos foram chamados para campanhas no ano passado, mas apenas 14,93% compareceram. Estes números mostram que não houve melhoria no cenário, e o brasileiro continua ignorando defeitos, muitas vezes, graves.

Recalls perigosos de 2019

Onix Plus pega fogo: Apenas uma parcela dos recalls são atendidos no Brasil, mas muitos deles colocam vidas de ocupantes e terceiros em risco.
(Notícias com Maritonio Dantas | Reprodução)

Neste ano, foram feitos três recalls de carros para corrigir falhas seríssimas que colocam motorista, ocupantes e terceiros em risco de morte. Um deles foi do recém-lançado Chevrolet Onix Plus. Menos de um mês após chegar às lojas, um vídeo mostrava o sedã queimando até se se transformar numa carcaça em uma estrada do Maranhão.

“Eu senti [sic] um barulho na parte do motor do carro, barulho do tipo uma pequena explosão, parei o carro no acostamento e quando levantei o capô do carro já avistei as chamas, só deu tempo de eu pegar minha mochila que estava no bagageiro. Aí o incêndio foi total”, contou o professor Kleiton James, dono do veículo.

Pouco depois, a Chevrolet iniciou um recall do Onix Plus que incluía grande parte das unidades produzidas até então. Contudo, muitas já haviam sido entregues a seus proprietários, a quem caberá a responsabilidade de levá-las até a concessionária. Caso contrário, estarão enfrentando os riscos materiais e físicos de um carro pegando fogo.

Troca de motor do BMW Série 3

bmw 330i 41
BMW 330i pode travar repentinamente (BMW | Divulgação)

Outro dos recalls mais perigosos de 2019 foi do BMW Série 3. Segundo comunicado da marca, pode ocorrer travamento de motor nos modelos 330i M Sport e 330i Sport. Isso pode acontecer durante a condução dos carros, criando risco eminente de acidentes graves.

O defeito é tão sério que o reparo envolve a substituição completa do motor 2.0 turbo da marca alemã. O tempo estimado para o serviço é de três dias úteis, e ele deve ser realizado por todos os proprietários, considerando que as vidas de terceiros também são colocadas em risco.

Volkswagen está recomprando seus carros

Saveiro - Volkswagen está recomprando carros com defeito: Apenas uma parcela dos recalls são atendidos no Brasil, mas muitos deles colocam vidas de ocupantes e terceiros em risco.
Saveiro está entre carros recomprados pela Volkswagen (Volkswagen | Divulgação)

Também neste ano, outro dos recalls que não podem ser ignorados foi da Volkswagen, e ele foi feito de maneira inédita. A marca descobriu que diversas unidades não deveriam ter sido vendidas – mas foram.

Esses carros, conhecidos como pré-série, possuem componentes fora das especificações, e eles nunca deveriam ter saído da fábrica. Estão inclusos os modelos Touareg, CC, Passat, Passat Variant, Tiguan, Golf, Up!, Fox, CrossFox, Saveiro, Polo, Polo Sedan, Gol, Parati e Voyage.

O recall foi anunciado em janeiro, sendo que a Volkswagen está comprando os veículos de volta para transformá-los em sucata.

Como saber se um carro tem recalls?

Para saber se existem recalls para determinado carro, proprietários devem acessar o site do fabricante. As páginas disponibilizam uma seção específica para as campanhas, na qual é possível fazer pesquisas por chassi ou por modelo.

Outras maneiras são entrar em contato com a central de atendimento da marca por telefone, que também é disponibilizado nos sites oficiais, ou diretamente em uma concessionária autorizada.

Aplicativo Papa Recall: Apenas uma parcela dos recalls são atendidos no Brasil, mas muitos deles colocam vidas de ocupantes e terceiros em risco.
Aplicativo Papa Recall avisa se o carro for chamado em uma campanha (Papa Recall | Divulgação)

Motoristas também podem fazer uso de um aplicativo gratuito lançado em fevereiro. O Papa Recall reúne todas as campanhas feitas no país, e mostra se elas incluem determinado carro de acordo com cadastro feito pelo usuário.

Aviso de recall será obrigatório no documento

O governo também tomou uma iniciativa que ajudará a diminuir o número de veículos que não atenderam a recalls, aumentando a segurança nas ruas e estradas. Desde outubro, o não atendimento aos recalls será registrado no documento do carro, ou Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV).

A informação aparecerá se um recall para o modelo tiver sido anunciado há 1 ano ou mais, e o dono não o levar para o conserto.

0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário