Vidros fechados compensam o consumo do ar condicionado?

De vez em quando até funciona

Por BORIS FELDMAN20/04/18 às 18h16

Ar condicionado aumenta o consumo de combustível? Sim, pois a energia para acionar o compressor de gás vem do motor, não “cai do céu” e a conta tem que ser paga.
Vidros fechados compensam o consumo do ar condicionado? Depende, mas quase nunca.

janelas fechadas vidros fechados vidros fechados consumo

Rodar com as janelas fechadas melhora a aerodinâmica, o fluxo do ar em volta do carro. E quanto menor a barreira do ar à frente do carro, menor o esforço do motor e o consumo.

Mas, para que uma redução do consumo seja significativa, para que a aerodinâmica interfira objetivamente no consumo, só se o carro estiver rodando em elevadas velocidades, acima de 100 km/hora. Entretanto, a realidade do dia a dia é outra e o carro está quase sempre no trânsito urbano, a 30 ou 40 km/h, com quase nenhuma interferência da aerodinâmica. Ou seja, são raras, raríssimas as ocasiões em que a redução de consumo pelos vidros fechados compensam o aumento provocado pelo ar condicionado.

Qual a melhor opção?

Motorista que se preocupa com o consumo de combustível (a grande maioria, pois é despesa pesada no orçamento) costuma ficar em dúvida em relação a abastecer com gasolina ou etanol no carro flex.

A preocupação pode ser exclusivamente financeira (“só me interessa quanto custou no fim do mês”), ou não: existem motoristas que não se importam com o custo do quilômetro rodado. Querem desempenho (o motor entrega mais potência com o etanol) ou autonomia: o consumo do carro é menor com gasolina, o que significa menos paradas no posto para abastecer.

No caso (maioria dos motoristas) da preocupação financeira, a variação de preços entre etanol e gasolina podem mudar as contas e o combustível preferido. Em alguns estados, o etanol sempre custa menos que 70% da gasolina, em outros seu preço é sempre superior aos 70% da gasolina. Nestes dois casos, o motorista nem precisa fazer conta. Mas, em algumas regiões do país existem variações mais sensíveis nas entre-safras e, só mesmo fazendo as continhas para apurar qual o combustível mais vantajoso em termos financeiros.

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário