Vai comprar carro 0 km? Listamos os que valem a pena e as ‘furadas’

O AutoPapo separou a melhor pedida e a menos indicada em oito segmentos diferentes de carros para (tentar) te ajudar na compra do próximo 0 km.

Por Fernando Miragaya 22/01/20 às 18h54

Vai comprar um carro, já sabe a categoria, mas está na dúvida de qual modelo levar? Pois é, com as muitas opções de modelos no mercado, esse dilema é comum.

O que levar em consideração entre veículos do mesmo segmento? Preço é mandatório, mas custo de manutenção, equipamentos, espaço, dirigibilidade e consumo também devem pesar nas comparações.

O AutoPapo separou a melhor pedida e a menos indicada em oito segmentos diferentes de carros para (tentar) te ajudar na compra do próximo 0 km.

1. Subcompactos

Olhe com carinho: Volkswagen Up! MPI – R$ 49.590

vw up mpi

Ok, a gente sabe que o VW Up! caro para o que é. Mas se você quer um carro que cabe em qualquer lugar e econômico, o Up! de entrada é uma pedida. Não tem a pegada mais divertida e eficiente do motor TSI, mas o conjunto aspirado de até 82 cv é o suficiente – e econômico – para o carrinho, que pode ser encontrado por R$ 48 mil em ofertas de concessionárias.

Sai de fábrica com ar-condicionado, direção elétrica, trio elétrico, som com Bluetooth e USB, suporte para celular, chave tipo canivete com telecomando e computador de bordo.

Melhor não: Renault Kwid Life – R$ 34.790

renault kwid life
Foto Renault | Divulgação

O preço é mesmo tentador, mas há mais poréns do que benesses no carro e na versão. Fora o fato de o pequenino da marca francesa ter posição de dirigir esquisita, disposição dos pedais ruim e comportamento dinâmico dos menos animadores, esta configuração é quase um pé-de-boi raiz.

Só tem mesmo os quatro airbags de série da linha. Não recebe sequer um ar-condicionado ou assistência elétrica na direção.

VEJA TAMBÉM:

Avaliamos a versão top de linha do Kwid, a Outsider. Veja o vídeo!

2. Hatches

Olhe com carinho: Chevrolet Onix LTZ 1.0 turbo – R$ 60.990

onix ltz marlos ney vidal
Foto Marlos Ney Vidal | Autos Segredos

A nova geração do Onix animou a gente mesmo, a despeito dos problemas de recall da variante sedã. Também, pudera: é possível achar ofertas do hatch por R$ 59 mil nesta versão que tem um dos melhores custos-benefícios da linha.

O Onix LTZ vem com os seis airbags, controles de estabilidade e tração e assistente à partida em rampas comum a toda a gama. Agrega, ainda, chave presencial, central MyLink com wi-fi e OnStar, carregador de celular por indução, câmera de ré, sensor de luminosidade, volante revestido de couro, rodas de liga leve aro 15” e faróis de neblina.

Melhor não: Honda Fit DX – R$ 62.800

honda fit

O caro leitor deve estar pensando que só um louco não indicaria a compra de um Honda. Calma. O Fit é realmente um bom carro, com mecânica confiável e boa reputação do pós-venda da marca japonesa. Porém, está em um péssimo momento.

Uma nova geração do monovolume já foi lançada globalmente e deve chegar aqui no início de 2021. Além disso, a versão em questão é cara para o que oferece: tem o ESP e o controle de subida, mas só oferece dois airbags e não se destaca em nenhum outro equipamento além dos previsíveis.

Para completar, vender Honda com câmbio manual costuma ser um teste de paciência.

3. Sedãs compactos

Olhe com carinho: Volkswagen Virtus Comfortline 200 TSI – R$ 78.590

virtus comfortline 200 tsi 5
VW Virtus Comfortline

O Virtus é caro, o acabamento é ruim para o preço que cobra e o painel lembra o de qualquer Volkswagen meia-boca. Mas o sedã da VWcompensa com um comportamento dinâmico quase exemplar, nível de conforto elevado e o desempenho do motor turbo de 128/116 cv com o câmbio automático de seis marchas.

Tem controles de estabilidade e tração, assistente de subidas, multimídia com conectividade para celular, computador de bordo, entre outros. Merecia uma câmera de ré e um ar automático, mas o conjunto mecânico faz a gente relevar esses deslizes.

Melhor não: Volkswagen Voyage 1.6 – R$ 59.290

volkswagen voyage 2020

A marca alemã consegue ter um sedã moderno na vitrine ao lado de um que nasceu defasado e parece ter parado de vez no tempo. O Voyage é pequeno até mesmo para os padrões atuais de sedãs de entrada – Nissan Versa, Toyota Etios e até o Fiat Grand Siena são mais espaçosos.

Usa a plataforma do Fox, derivada do antigo Polo, de 2001, e deve sair de cena nos próximos anos – uma nova geração da família Gol é aguardada para 2021/22. Nem mesmo o velho – mas muito bem acertado – conjunto mecânico com motor 1.6 e câmbio manual de excelentes engates vale. Ainda mais esse preço R$ 60 mil.

4. Sedãs médios

Olhe com carinho: Honda Civic EX – R$ 109.000

hond civic 2020 versao ex 4

Aqui a briga é difícil e se concentra especialmente na dupla Civic e Corolla. Não levamos em consideração as versões topos de linha (turbo no caso da Honda e híbrido flex, no caso do Toyota), nem o fato do arquirrival ser o líder de vendas.

O Civic é nosso preferido por detalhes, especialmente no acabamento e conforto de rodagem. Mesmo com a versão EX tímida em itens bacanas. Vem com seis airbags, controles de estabilidade, tração e subidas, assistente de handling, câmera de ré, monitoramento dos pneus, central multimídia, entre outros.

Melhor não: Nissan Sentra SL 2.0 CVT – R$ 108.990

Sentra SL Frente 3 4
(Nissan/Divulgação)

O Sentra é até um carro confortável, com custo-benefício interessante e valor de manutenção baixo para o segmento. O problema é que, além de uma nova geração já ter sido lançada no Salão de Los Angeles, esta versão topo de linha custa o mesmo que configurações da dupla Corolla e Civic, que usam arquiteturas mais modernas.

Ao mesmo tempo, o conjunto mecânico com motor 2.0 e caixa CVT tem desempenho pacato demais, até para os padrões dos sedãs de marcas japonesas.

5. SUVs compactos

Olhe com carinho: Nissan Kicks S 1.6 CVT – R$ 86.990

kicks s cvt linha 2020

O Kicks é uma escolha racional para quem quer um SUV automático abaixo dos R$ 90 mil – Creta, T-Cross e HR-V ficam acima dessa faixa. Apesar de espaço não ser seu forte, o Nissan é mais confortável que rivais diretos, como Ford EcoSPort e Jeep Renegade.

A posição de dirigir do Kicks é um dos destaques, assim como o custo de revisão com preço fixo – o mais em conta do segmento. A versão tem na lista de itens de série controles de estabilidade e tração, assistente à partida em rampas, central multimídia com conectividade com CarPlay e Android Auto e piloto automático.

O motor 1.6 com a caixa CVT oferece um desempenho previsível, mas bem competente para a cidade.

Melhor não: Renault Duster Dynamique 2.0 16v 4×4 – R$ 84.990

renault duster dynamique 2 0 4x4

Tudo bem que não há SUV mais espaçoso nessa faixa de preço, mas o Renault Duster vai mudar agora em março e passar por uma profunda remodelação. Além disso, a posição esquisita de dirigir e o acabamento bastante simples da cabine depõem contra o SUV da marca francesa.

A versão 4×4, então, nem compensa. O velho motor 2.0 tem rodar áspero e ainda mais beberrão devido à tração integral. E também por causa do 4×4, não há nem o conforto do câmbio automático.

6. SUVs médios

Olhe com carinho: Chevrolet Equinox Premier – R$ 159.990

chevrolet equinox argentina

Aqui a escolha foi difícil também, ainda mais com rivais como VW Tiguan e Jeep Compass. Mas pesou a favor do Equinox o nível de conforto e acabamento do utilitário esportivo.

Além do espaço generoso, o modelo da GM ainda se destaca pelos itens de condução semi-autônoma, como frenagem automática de emergência, assistente de permanência na faixa, alerta de colisão frontal e tráfego cruzado e assistente de estacionamento semi-automático.

Tem ainda  abertura e fechamento automático do porta-malas com sensor de movimento, teto solar panorâmico, sistema de som premium Bose e motor 2.0 turbo com caixa automática de nove velocidades.

Melhor não: JAC T80 – R$ 144.990

Jac T80


Apesar de espaçoso, equipado e com sete lugares, o JAC T80 ainda é daqueles que a gente torce o nariz. O motor 2.0 turbo apresenta alguns delays no desempenho, o comportamento dinâmico excessivamente macio está mais para utilitário americano dos anos 1990 e o acabamento, apesar de caprichado, tem seus deslizes.

O maior problema mesmo está no valor de revenda e no pós-venda, já que a marca tem poucas lojas e passa por um momento financeiro ainda delicado.

7. Picapes compactas e médio-compactas

Olhe com carinho: Fiat Toro Endurance 1.8 – R$ 96.990

fiat toro endurance 1 8 flex

A Toro é mais cara e as versões flex não empolgam tanto quanto as turbodiesel – ainda mais pelo consumo elevado. Mas não há como não se deixar levar pela sacada da marca italiana em fazer uma picape com comportamento dinâmico mais interessante que uma média, espaço maior que qualquer compacta e desenho bonito e diferente do padrão da categoria.

Mesmo na versão de entrada, vem com ESP, controle de subida e uma caçamba que a capacita também para o trabalho.

Melhor não: Chevrolet Montana Sport – R$ 67.490

chevrolet montana 2020 frente

Apesar de ser uma das mais baratas do mercado, é uma picape bastante defasada. Na verdade, desde que nasceu. A Montana trocou a plataforma do Corsa de 2001 pela do compacto de 1994. Para piorar, ficou mais feia e não ganhou variações com cabine estendida ou dupla.

Hoje só é vendida em duas versões, com o velho e cansado motor 1.4 e seu futuro é incerto. A GM estuda lançar uma sucessora com base no novo Onix, além de uma médio-compacta para ficar um degrau acima e brigar com a Toro.

8. Picapes médias

Olhe com carinho: Ford Ranger XLS 2.2 Diesel 4×4 AT – R$ 156.790

ford ranger 2020 xls lateral

Ela não tem a dirigibilidade de sedã de uma Amarok, mas a Ranger tem custo-benefício bastante interessante.

A Ranger XLS 2.2 usa o motor menos potente, com 160 cv, mas o suficiente para fazer do modelo da Ford um veículo valente e robusto para trabalho, lazer ou fora de estrada.

Recebe controles de estabilidade, tração, subida e descida, sete airbags, central multimídia Sync com conectividade de celular e câmera de ré e controle adaptativo de carga. E foi a primeira do segmento a oferecer cinco anos de garantia.

Melhor não: Mitsubishi L200 Triton Sport GLS Diesel 4×4 AT – R$ 152.990

mitsubishi l200 sport gls

A L200 Sport feita em Catalão (GO) já sente o peso da idade e do projeto. O nível de conforto deixa a desejar, principalmente para o motorista, que fica com os joelhos muito articulados, e para o espaço restrito para os passageiros do banco de trás.

No comportamento dinâmico ainda lembra aquelas picapes muito desengonçadas dos anos 1990 e seu pós-venda tem fama de caro. Para completar, uma nova L200 já existe lá fora.

Fotos Divulgação

10 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Eduardo leite 31 de janeiro de 2020

    O QUE OUVE C/ CARROS ELÉTRICOS ? ( EU JÁ ME DECIDI PELO CARRO ELÉTRICO MAS ELES AINDA PRECISAM DE MELHORIA : SÓ FALTA UM ALTERNADOR !

  • Avatar
    Eduardo leite 31 de janeiro de 2020

    O QUE OUVE C/ CARROS ELÉTRICOS ?

  • Avatar
    João 31 de janeiro de 2020

    É a opinião do jornalista que, não entende nada de carros.

  • Avatar
    ANTONIO BRAGANCA MARTINS 31 de janeiro de 2020

    Péssimas análises baseadas unicamente na percepção individual do redator! Coisas como “posição esquisita de dirigir”, mas que são a ergonomia ideal e ponto forte para muitas pessoas que pensam diferente do redator. Compara carros de 15… 20 mil de diferença, como se isso não impactasse em alguns itens supérfluos! Que diferença faz para o motorista se um carro tem 4 ou 6 airbags? Os automóveis não tiveram airbags por mais de 100 anos! Na nossa infância nossos pais tiveram carros sem airbags e não morremos! O Onix tinha nota zero no crash teste e as pessoas compravam assim mesmo, sendo o mais vendido do segmento, porque elas não compravam um carro pensando em bater e morrer, isso é coisa de pseudo jornalista! Pessoas compram carros por paixão individual, não por opinião de jornalista! Os melhores carros são os que vão sair de linha porque todos os problemas já foram corrigidos, enquanto os “lançamentos” vêm cheios de problemas!

  • Avatar
    Geovane Morais Andrade 26 de janeiro de 2020

    Estou querendo mudar do gol 1.0 para o Etios 1.5 rete,o que você me recomenda, é uma boa troca ou devo escolher outras opções?

  • Avatar
    Vanilson 26 de janeiro de 2020

    Cruze 1.4 turbo cd ele o melhor?

  • Avatar
    ARY ROCHA FILHO 25 de janeiro de 2020

    COM DESCONTO PREFIRO UM TRACKER 1.4 TURBO A UM NISSAN NICKS 1.6 DE 114 CV!!!!!NÃO DÁ PRA ENTENDER ,ATE O RENAULT CAPTUR SERIA UMA ESCOLHA MAIS INTELIGENTE!!!!

  • Avatar
    Fabio 23 de janeiro de 2020

    Tenho minhas dúvidas se o Nissan Kicks é mais confortável que um Renegade. Quanto à estrutura e qualidade de construção não tem comparação, enquanto O Renegade tem construção robusta de um legítimo Suv/Crossover com aços de ultra alta resistência e usa plataforma própria para tal propósito etc (por isso é pesado), oo passo que Nissan Kicks usa a mesa plataforma do March …por isso é tão leve, pois a estrutura é mais frágil. Se for pra comprar um Crossover, esperem o Renegade com Firefly turbo que deve vir no segundo semestre.

  • Avatar
    elioricardoalves 22 de janeiro de 2020

    Gostaria de saber onde está o custo benefício da Ford ranger e o equinox peças caras so quem tem uma boa grana para manter são ruins não o fato de ser importado incomoda falou mal do honda fit um bom veículo com bancos escamoteáveis e de fato caro mais e bem confiável soube que sim vai mudar a previsão possível 2022 vi a fotografia a frente ficou estranha muitos podem não gostar

    • Avatar
      ricardo oliveira 23 de janeiro de 2020

      PREÇO DAS PRIMEIRA REVISÃO 499,00 SEGUNDA REVISÃO 849,00 E A TERCEIRA 1.049,00. ESSE E O PREÇO MÉDIO DAS REVISÕES DA FORD RANGER XLS 2.2 FORD QUE EM COMPARAÇÕES COM OUTRAS CAMINHONETE TEM UM DOS MELHORES CONSUMO DA CATEGORIA CHEGANDO A FAZER ATE 9 K/L NA CIDADE E UMA MEDIA DE ATE 13 A 14/L EM BR. SÃO 5 ANOS DE GARANTIA. O PREÇO TAMBEM E BEM TENTADOR PODENDO CHEGAR A 150.000 JA EMPLACADA E COM OS ACESSORIOS.

Avatar
Deixe um comentário